Destaques

Oligarquia esperneia por inauguração da Casa de Ninar

A oligarquia não engoliu a transformação da antiga Casa de Veraneio do Governo do Estado em um centro de apoio a crianças com problemas neurológicos e famílias carentes. Para a oposição, pessoas de baixa renda no Maranhão não podem ficar hospedadas no metro quadrado mais caro de São Luís.

Na visão da sarneyzada, o Maranhão continua um feudo, e, como tal, deve ser dividido entre a nobreza e os servos; em que os menos favorecidos jamais deveriam frequentar o ambiente dos suseranos.

No momento que um espaço marcado pela extravagância é substituído para o bem comum, fica evidente o fim de um regime oligárquico danoso que por muito tempo dividiu o estado entre ricos e pobres.

O governador Flávio Dino, em seu discurso durante a inauguração da Casa de Apoio Ninar, resumiu o sentimento de mudança de paradigmas e prioridades.

“Uma voz destas do passado me criticou porque eu tinha destinado o metro quadrado mais caro de São Luís para crianças. Essa mesma voz não achava estranho quando este metro quadrado era usado para banquete, para festinha. Se o metro quadrado mais caro de São Luís não servir a nossas crianças, a quem servirá? Fizemos aqui conscientemente para mostrar o lugar que queremos para aqueles que mais precisam”.

Em vez de patrões e madames ocupando o metro quadrado mais caro da Praia de São Marcos, a partir de hoje, crianças em recuperação e famílias humildes em busca de apoio médico frequentarão a ex-casa de esbórnia do clã Sarney.
 
Realidade que a vassalagem maranhense não está acostumada, ainda mais no quintal de casa.

10 Comnetários

  1. Caiu definitivamente a mascaras dos q sempre deixaram o povo distante do q tem de melhor na Cidade e no Estado. Considerar q crianças doentes não podem ser tratadas no metro quadrado mais caro e lugar onde os usurpadores do poder faziam festas milionárias só demonstra o mal e o apartheid q sempre fizeram no Maranhão. É um escárnio considerar q são melhores do q o povo. Xô malditos ladrões!!

  2. muito bem meu governador……. essa aí é pra sarneyzada ver que o maranhão é de todos nós e ninguém engana mais os maranhenses……. aceita que dói menos ………..

  3. O mínimo do mínimo que poderia fazer. Até agora foi o único feito desse governadoe. Não sou Sarney, sou cidadã

  4. isso é que faz a diferença entre os que já governaram o nosso Estado, talvez esse pequeno gesto deixa explícito a filosofia politica da nova era do Maranhão. tivemos um retrocesso de 50 anos, e sabemos que levará muito tempo para recuperarmos, mas o caminho dessa esperada superação tá sendo dado os passos a cada dia, vai ser lento mais chegaremos A eserança continua viva com Flávio Dino. Ele precisa fazer mais, porém ainda podemos confiar nele, sem dúvida nenhuma.

  5. parabéns governador !!! nossas crianças merecem! me causou estranheza quando vi a tribuna um deputado dos Sarneys dizendo q o governador tinha q vender a casa mas p q no governo da rosengana essa mesma casa só servia pra festa? fiquei sem entender..

Deixe uma resposta