Geral

FOLHA: Promotoria investiga bolsas para aliados de Roseana Sarney

O Ministério Público do Maranhão vai investigar supostas irregularidades no pagamento de bolsas de incentivo à pesquisa científica a aliados políticos da governadora reeleita Roseana Sarney (PMDB).

Há suspeita de que a concessão das bolsas esconda um esquema para o pagamento de servidores temporários, contratados pelo Estado sem concurso público.

Entre os supostos beneficiados está o secretário-geral do PT maranhense, Fernando Antonio Magalhães de Sousa, que é ligado ao atual vice-governador Washington Luiz de Oliveira (PT).

Nomeado este ano assessor especial do vice, o dirigente petista recebeu cerca de R$ 32 mil no ano passado, quando trabalhava na Secretaria da Educação, então controlada pelo partido.

Sousa assessorava o ex-secretário-adjunto da pasta e presidente do diretório do PT em São Luís, Fernando Silva.

Os R$ 32 mil foram pagos a ele pela Fapema (Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão), órgão vinculado à Secretaria da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Desenvolvimento Tecnológico.

A promotora que investiga o caso, Sandra Elouf, disse que a presidente da fundação, Rosane Guerra, será a primeira a ser ouvida, amanhã. “A partir daí vou decidir se ainda ouvirei outras pessoas e se pedirei uma auditoria das contas”, afirmou.

O presidente estadual do PT, Raimundo Monteiro, confirmou que a Fapema intermediava a contratação de funcionários temporários, mas negou qualquer irregularidade. Ele disse que um convênio entre a fundação e secretarias permitia isso.

“A Fapema cumpria essa tarefa, de contratar pessoas para trabalhos temporários, já que a secretaria não podia contratar profissionais assim”, afirmou Monteiro. “Estão esclarecidas as coisas.”

Procurada pela Folha, a presidente da Fapema não foi localizada. A fundação informou que só o governo do Estado poderia se manifestar sobre o caso.

A assessoria do governo se comprometeu a enviar uma nota sobre o assunto, mas não o fez até o fim da tarde desta segunda.