Destaques

Confirmada investigação de Eduardo Braide na “Máfia de Anajatuba”

De acordo com informações obtidas pelo blog Atual 7, através da Lei de Acesso a Informação, a Procuradoria-Geral de Justiça abriu investigação para apurar o envolvimento do deputado estadual Eduardo Braide (PMN) no esquema conhecido como “Máfia de Anajatuba”, responsável por fraudar licitações em diversos municípios do interior, causando prejuízos milionários a dezena de prefeituras.

A apuração sobre o envolvimento de Braide no esquema foi iniciada em novembro de 2015. O parlamentar, no entanto, sempre alegou desconhecer qualquer tipo de inquérito contra ele, ostentando debaixo do braço uma certidão datada do ano de 2015.

A última movimentação da promotoria ocorreu no dia 18 de abril.

“O procedimento está ativo, com sigilo decretado, esclarecendo-se que a demora na conclusão se dá em face da complexidade das investigações”, diz o parecer assinado pelo assessor especial de investigação da PGJ, Cláudio Rebelo Correia Alencar.

Segundo o Grupo de Atuação de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), mais de R$ 60 milhões teriam sido desviados dos cofres públicos de prefeituras. A Orcrim utilizava empresas controladas por Fabiano Carvalho de Bezerra, ex-funcionário do gabinete do deputado Eduardo Braide, superfaturando as prestações de serviços e vendendo notas frias para gestões municipais.

Questionado, Braide alegou que “desconhece a existência dessa investigação e nunca foi citado, intimado ou recebeu qualquer outra comunicação acerca da notícia”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *