Braide usou como contrapartida comando do PSL para se filiar ao partido – Marrapá
Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Braide usou como contrapartida comando do PSL para se filiar ao partido

Mais um nome tentou tirar o PSL das mãos do vereador Chico Carvalho no Maranhão. Foi o deputado federal Eleito Eduardo Braide, que informou ontem que não permanecerá no PMN porque a legenda não superou as cláusulas de desempenho.

Após receber convite do próprio Chico Carvalho para se filiar ao partido de Bolsonaro, Braide fez, via Executiva Nacional, movimento no sentido de se filiar ao PSL tendo como contrapartida o comando no Maranhão.

Para isso, ele usou até o deputado federal Pastor Gildenemyr (PMN), eleito na esteira da sua votação, para convencer a cúpula do partido de Bolsonaro.

Como não obteve sucesso em âmbito nacional, Braide já preparou o discurso de mandato livre e contra a Reforma da Previdência, o que o impossibilita de ingressar no PSL, que precisará de todos os seus deputados para aprovar várias pautas-bomba no Congresso Nacional.

É bom que o presidente Chico Carvalho fique de olho nas investidas de Eduardo Braide, apesar do deputado eleito ser, praticamente, carta fora do baralho. Já não basta o assédio de Maura Jorge e Allan Garcês querendo lhe tirar do comando da legenda no Maranhão.

2 Comnetários

  1. Tenho admiração e acompanhado a política dele. Agora votar contra a decência é no mínimo indecente. Ou se faz reformas para corrigir e sanar o buraco negro das contas públicas ou a próxima geração vai amargar na vida.

  2. Não acho Prudente, coerente e racional se tirar o PSL do Chico Carvalho; nem a executiva nacional vai permitir. O Chico Carvalho é uma referência dentro da legenda, desde quando partido nanico. Agora, que é um grande partido vão lhe tirar…conta outra…

Comments are closed.