E-mail: redacao@marrapa.com
Rádio Timbira Ao Vivo

– Leandro Miranda
  • Política
  • TSE julga nesta quinta recurso contra eleição do prefeito de Arari

    O Tribunal Superior Eleitoral, TSE julga nesta quinta-feira, 27, o recurso especial eleitoral que pode modificar o quadro político do município de Arari. O REC é contra a eleição do prefeito Djalma Melo (PTB), que obteve 54, 89% dos votos em outubro do ano passado no município. Há parecer do vice-procurador eleitoral Nicolau Dino confirmando a impugnação da candidatura.

    O recurso pela impugnação do registro da candidatura de Melo foi impetrado pela coligação “Povo unido e feliz”, do candidato Rui Filho (PSDB), marido da ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge. Rui Filho alega que Djalma Melo concorreu a um terceiro mandato.

    Quando era vice-prefeito Melo substituiu por diversas ocasiões o prefeito, configurando assim causa de inelegibilidade prevista em lei. Contudo, parecer do Tribunal Regional Eleitoral, considerou que a eventual substituição do titular pelo vice fora do período de seis meses que antecede o pleito não configura desempenho do mandato.

    27 de abril de 2017 às 10:07 | Por:

  • Política
  • Cleomar Tema usará Famem para inflar candidatura de Zé Reinaldo ao Senado

    Presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Famem, o prefeito de Tuntum, Cleomar Tema (PSB), sinaliza que colocará a entidade a serviço da candidatura do deputado federal José Reinaldo (PSB) ao Senado. Tema organiza o lançamento da pré-candidatura 17 meses antes do pleito, no dia 6 de maio,no município que dirige pela terceira vez.

    O presidente Tema comemorou o parcelamento da devolução dos recursos do FNDE, creditando o recuo do governo a uma articulação de Zé Reinaldo. Na verdade, foi o deputado federal Weverton Rocha que alardeou o golpe do governo federal no plenário da Câmara e convocou a bancada a reagir ao corte na educação que engessaria as prefeituras.

    Tema e Zé Reinaldo se emaranharam na Operação Navalha. Por conta da operação, Zé Reinaldo e Tema foram presos. Tema é irmão do presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, Cleones Tema.

    Como presidente da Famem, Tema tem poder de manobra para convocar colegas. Quase 90% dos prefeitos do estado do Maranhão estão filiados à entidade. É a terceira vez que o prefeito de Tutum dirige a federação. Chegou ao comando da poderosa Famem pelas mão de Zé Reinaldo, quando este era governador.

    Como demonstração de prestígio junto à classe política, Tema está prometendo levar 22 deputados estaduais para o evento. É praticamente metade da Assembleia Legislativa. Quanto aos prefeitos, dificilmente contará com os 28 prefeitos eleitos pelo PDT.

    27 de abril de 2017 às 9:07 | Por:

  • Política
  • Nicolao Dino emite nota para desmentir jornalistas e blogueiros oposicionistas

    O procurador da República, Nicolao Dino, emitiu uma nota nesta quarta-feira, 26, para negar qualquer tipo de crítica ou juízo em relação a postura do irmão, Flávio Dino, e da citação do nome do governador na operação Lava Jato.

    Durante a semana, blogs e jornais que fazem oposição ao Governo do Estado utilizaram a entrevista de Nicolau ao Jornal Folha de São Paulo e distorceram alguns pontos. O objetivo foi tentar criar um constrangimento a família do comunista.

    Nicolau explicou que ao dizer que são “pessoas diferentes” se referia ao campo profissional e o caminho que cada um escolheu. O procurador também deixou claro devido a sua posição e questões éticas, não poderia emitir qualquer tipo de opinião.

    Nota de esclarecimento;

     

    27 de abril de 2017 às 8:42 | Por:

  • Política
  • Seis dos 18 deputados do Maranhão votam contra o texto-base da reforma trabalhista

    Os deputados da bancada maranhense, Deoclides Macedo (PDT), Eliziane Gama (PPS), Luana Costa (PSB), Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Weverton Rocha (PDT) e Zé Carlos (PT) votaram contra o texto do deputado Rogério Marinho (PMDB-RN), relator do Projeto de Lei 6787, do Executivo, que modifica diversos pontos da Consolidação das Leis do Trabalho. A reforma da Lei trabalhista proposta por Temer recebeu 11 votos dos 18 deputados da bancada maranhense.

    O PSB, partido que integra a base do governo Temer, e que primeiramente fechou questão sobre a votação na Câmara para em seguida voltar atrás, se dividiu na votação da bancada. O deputado Zé Reinaldo votou a favor do substitutivo, enquanto Luana Costa acompanhou o posicionamento de 177 deputados. A aprovação do texto-base recebeu 296 votos.

    26 de abril de 2017 às 23:53 | Por:

  • Geral
  • Conab exclui indígenas do Maranhão do Programa de Aquisição de Alimentos

    Os agricultores indígena do Maranhão não serão contemplados com recursos da Companhia Nacional de Abastecimento, Conab, para fornecimento de alimentos para o Programa de Aquisição de Alimentos, PAA, que fornece alimentos para pessoas em situação de insegurança alimentar.

    Sete estados da federação irão receber o recurso do governo federal que soma R$ 2,4 milhões. Mais de 400 famílias indígenas serão beneficiadas. No ano passado, o governo aprovou projetos de 11 comunidades indígenas. Nenhum no Maranhão. O estado tem 17 terras indígenas, onde vivem 26.062 índios, segundo o Censo de 2010.

    Os alimentos produzidos em terras são doados a entidades e organizações de assistência social. A cooperativa ou associação pleiteante deve comprovar que os participantes da propostas sejam todos indígenas.

    26 de abril de 2017 às 22:41 | Por:

  • Política
  • Desafio: quem tem maior rejeição nesta foto?

    Temer (d), Sarney (c) e Roseana (e)

    A foto de Michel Temer cumprimentando Roseana Sarney e ao fundo José Sarney, no dia do aniversário do patriarca da oligarquia, está correndo os corredores de Brasília com o seguinte questionamento: quem tem maior rejeição?

    Com 87% de desaprovação, segundo pesquisa realizada pela consultoria Ipsos e divulgada nesta quarta-feira, o presidente Michel Temer segue de mal a pior no comando do país. As reformas trabalhista e da Previdência e as relações com a Lava Jato envolvendo ele próprio e os seus principais auxiliares tem feito a já baixa popularidade do presidente despencar ainda mais.

    Na mesma foto está a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney. Envolvida até o pescoço com a Máfia da Sefaz, esquema que desviou cerca de R$ 1 bilhão dos cofres do estado, e da Máfia da Saúde, onde o cunhado e ex-super-secretário do seu governo, Ricardo Murad, também é acusado de sumir com bilhões, Roseana se vê em maus lençóis quando o assunto é popularidade no Maranhão, sobretudo pela péssima gestão que fez depois de tomar o poder à força do ex-governador Jackson Lago.

    Maior oligarca do país e tido como um dos piores presidentes da história do Brasil, José Sarney é a raposa mais velha da política nacional e talvez o que tenha maior rejeição em todo o país. Conhecido como camaleão, pois sempre esteve ao lado de todos os presidentes – da ditadura à apoio de impeachment de presidente que ele ajudou eleger – o ‘Grande Chefe’ ou ‘Bigode’ está arrolado em esquemas de desvios de verba nas obras da ferrovia Norte-Sul.

    Com essas credenciais, a pergunta que circula por Brasília é difícil de ser respondida. A única certeza que se tem é que se juntar a rejeição desses três é possível obter recordes históricos no Brasil.

    26 de abril de 2017 às 16:54 | Por:

  • Política
  • Consórcio de laranjas oposicionistas para disputar o Governo está formado

    A estratégia do grupo de oposição para 2018 é reeditar a bem sucedida manobra do ex-governador Zé Reinaldo, quando em 2006 ele lançou um consórcio de candidatos para derrotar Roseana Sarney e foi bem sucedido com a vitória de Jackson Lago.

    Roberto Rocha (PSB) e Maura Jorge (PTN) divulgaram logo no início desta semana vídeos onde garantem a candidatura no ano que vem. Ambos estão inclusos no projeto sarneysista de voltar ao poder, cada um já assumiu o seu papel e terão missões na campanha eleitoral.

    “Asa de avião” ao invés de defender o Maranhão como no caso do corte do Fundeb passou o dia de ontem, 26, em coletiva à sua própria assessoria atacando o governador Flávio Dino (PCdoB), o que mostra sua pouca preocupação com a educação e prefeituras, e assim será até outubro de 2018. Rocha será um laranja para atacar e bater no comunista.

    Maura Jorge tentará somar apoio dos indecisos, como liderança do interior do Estado, espera dividir os votos para tentar levar o candidato do PMDB ao segundo turno, já que as pesquisas dizem ao contrário, atualmente.

    A dupla intensificará a pré-campanha e se prestará ao serviço sujo de laranjas. O verdadeiro candidato do grupo oposicionista ainda não foi decidido, mas este é que dará a direção aos fiéis escudeiros, RR e Maura Jorge.

    26 de abril de 2017 às 14:48 | Por: