Destaques

A esperteza da Cemar em relação ao reajuste na energia

A Companhia Energética do Maranhão (Cemar) tem a todo custo evitado entrar nas discussões sobre o possível reajuste de 19,05% na tarifa de energia aos consumidores, previsto para entrar em vigor em agosto. Caso não ocorram mudanças, o maranhense pagará a conta mais cara do Brasil ao custo de um serviço precário e recordista de reclamações.

Apesar de o aumento ter sido aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o reajuste foi pedido pela Cemar e está previsto no contrato de concessão. Além disso, é a própria empresa que apresenta um estudo detalhado para comprovar a necessidade do aumento tarifário. Ao contrário do que porta vozes tentam repassar aos consumidores, jogando a culpa toda na Aneel.

Segundo o deputado Rubens Júnior (PCdoB), o primeiro a alertar sobre a manobra, não existe déficit na empresa e o lucro no ano passado foi de R$ 399 bilhões. Para piorar, todo esse recurso não teve retorno em investimento na prestação do serviço. A Companhia ocupa o terceiro lugar no ranking Procon 2016 de empresas com o pior atendimento, obtendo 158 reclamações fundamentadas. Entre as 63 concessionárias que atuam no país, atualmente a empresa possui a 16ª tarifa mais onerosa, mas ainda não esta satisfeita.

A medida também afetaria o empresariado, mas não seria ele a pagar esse custo, afinal tudo será revertido no produto final e quem vai pagar essa conta também é o consumidor.

A audiência pública que aconteceria nesta quarta-feira, 15, e foi cancelada, é uma tentativa do Governo do Estado, políticos e advogados em ganhar tempo na tentativa de reduzir esse reajuste.

2 Comnetários

  1. A muito tempo essa empresa vem pestando um pessimo servico a popuacao., ja nao basta as atrocidades que fazem nas residencias das undades consumidoras.ate parece que tem um poder de policia.nesses casos o assessor de counicacao da CEMAU fica com a boca no esparadrapo

  2. ESSA CEMAR E UMA IMPRESA QUE NAO PRESTA UM SERVICO DE BOA QUALIDADE E A IMPRESSA QUE MAIS EXPLORA OS CONSUMIDORES AQUI NO ESTADO DO MARANAHAO E AS VEZES CHEGA A HUMILHAR OS POBRE

Deixe uma resposta