Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Sinais, fortes sinais: Ey, ey, Eymael declara voto em Haddad

Época – Candidato derrotado do Democracia Cristã (DC) na disputa presidencial, José Maria Eymael rejeitou nesta segunda-feira (22) a possibilidade de ficar neutro no segundo turno após a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Jair Bolsonaro, de que bastam um cabo e um soldado para fechar o Supremo Tribunal Federal.

Por isso, Eymael mandou sinais ao petista Fernando Haddad, a quem pediu um “pacto nacional pela democracia”.

O democrata cristão teve pouco mais de 47 mil votos no primeiro turno.

4 Comnetários

    1. vocês estão encarando isso como uma disputa de times de futebol e não estão levando a sério o direito a democracia que está ameaçada, não é mais por uma candidatura de um partido mas pela manuntenção dos nossos direitos de expressar aquilo que pensamos!

Comments are closed.