Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Pedro Alencar mostra coragem ao anunciar aliança com Brissac para salvar a OAB-MA

O vice-presidente da seccional maranhense da OAB, Pedro Alencar, teve que superar a fúria e a politicagem de advogados que pleiteavam cargos na Ordem, ao abrir mão da própria candidatura e sinalizar aliança a Carlos Brissac, nome anunciado pela união da oposição para enfrentar nas urnas o atual presidente da entidade, Thiago Diaz, que tentará a reeleição em novembro.

Líder do movimento “União & Força”, em março deste ano Pedro Alencar chegou a lançar sua pré-candidatura à OAB/MA para o triênio 2019-2021, mas após conversas com líderes de outros dois grupos de oposição a Thiago Diaz, Alencar desistiu do projeto para fortalecer uma candidatura única, a do advogado Carlos Brissac. O objetivo: salvar a Ordem dos desmandos e escândalos de corrupção da atual gestão.

Apesar de ter sido eleito vice na chapa de Thiago Diaz em 2015, Pedro Alencar foi o primeiro a denunciar irregularidades na administração Diaz. Como resposta, Alencar foi vítima de gesto tirânico da Thiago Diaz, que decidiu intempestivamente destituir Alencar da Comissão de Defesa das Prerrogativas e Valorização a Advocacia.

De lá prá cá só aumentaram as denúncias contra Thiago Diaz. O atual presidente da OAB-MA já foi questionado por abuso de poder político, descaso em obras da Ordem, falta de transparência, contratos irregulares e até por censurar a opinião de colegas de profissão.

Ontem, ato em São Luís oficializou a união em torno da candidatura de Carlos Brissac. Para o grupo de oposição, a advocacia maranhense não aguenta mais os “escândalos” e a “inabilidade política” que deixaram a “OAB fragilizada” na gestão Diaz.

2 Comnetários

  1. Quanta baixaria a OAB/MA vem se submetendo. Essa turma que pleiteia esse mandato estão apenas atrás de interesses escusos e pelo poder.

Comments are closed.