Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Waldir Maranhão abandona de uma vez só Roberto Rocha, Alckmin e Alexandre Almeida

O petista-tucano Waldir Maranhão parece que se vingou do presidente do seu partido, o senador Roberto Rocha, que o defenestrou da disputa pelo Senado.

De uma lapada só, WM suprimiu do seu material de campanha o próprio RR, candidato ao governo, o senador Alexandre Almeida, que tomou sua vaga de candidato, e o presidenciável Geraldo Alckmin.

Ao lado de Lula, WM é o único candidato do PSDB que corre o risco de se eleger. Se isso realmente acontecer, a chance de ele abandonar o partido na primeira oportunidade para se filiar a uma sigla próxima ao PT, sobretudo se Haddad for eleito presidente, é grande.

Com isso, Waldir tem se mostrado um cavalo de Tróia dentro do PSDB. Sem identificação com os tucanos, ele ainda é responsável pela vergonha nacional de colocar, em um programa do partido, o ex-presidente Lula.

A vingança é um prato que se come frio…