Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Flávio Dino realiza maior carreata da história da Região do Munim e consolida liderança

O governador Flávio Dino percorreu seis municípios da Região do Munim no último sábado em megacarreata de mais de 70 quilômetros. Ele passou por Cachoeira Grande, Morros, Icatu, Axixá, Presidente Juscelino e Rosário. Em todas as cidades, o governador foi recebido com festa, aplausos e apoios da população.

O ato teve início na cidade de Cachoeira Grande, onde Dino fez uma caminhada e, em seguida, rodou em carreata que parou a cidade. Acompanhado de lideranças locais e do prefeito Tonhão (MDB), que abandonou a candidatura de Roseana para declarar apoio ao governador, o ato agitou o município e confirmou o desejo de reeleição do povo.

Em Morros, outro prefeito do MDB, Sidrack, garantiu apoio irrestrito a Flávio Dino. As ruas da cidade foram tomadas por pessoas que demonstraram todo o apoio à reeleição do governador. Em discurso caloroso, Flávio Dino e os candidatos ao Senado, Weverton e Eliziane, ressaltaram a importância de eleger a chapa completa.

Na cidade de Icatu, Flávio Dino foi recebido pelo prefeito Dunga e pelo ex-prefeito Juarez Lima. A megacarreata deu a volta em toda a cidade e a população balançava bandeiras e dançava ao som do passinho do 65. Situação semelhante ocorreu em Axixá, onde a prefeita Soninha desfilou em carro aberto com o governador com o apoio do povo.

Presidente Juscelino foi a quinta cidade visitada por Flávio Dino, que, ao lado do prefeito Magno Teixeira, fez belo ato apesar do horário de início da tarde e do sol escaldante.

Em Rosário, uma verdadeira multidão foi às ruas saudar Flávio Dino. Acompanhado de vereadores do município, o governador foi bem recebido pelo povo e evidenciou o reconhecimento do seu trabalho na cidade.

A carreata do último sábado foi a maior já realizada no Munim, e consolida a liderança de Flávio Dino em todas as regiões do Maranhão.

2 Comnetários

  1. Flávio Dino vai beirar os 70% dos votos, vai ser a maior taca da história do Maranhão, pisotearam, massacraram, o povo mas agora o povo se levantou, chega de chibata, os Sarneys vão ter que trabalhar.

Comments are closed.