Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Caminhada em defesa das mulheres reúne milhares nas ruas de Bacabal

Cerca de 5 mil mulheres participaram hoje de um ato de repúdio na cidade de Bacabal. As mulheres caminharam pelas ruas da cidade como forma de protesto contra os ataques perpretados numa emissora de televisão.

O município vivencia uma campanha eleitoral que vai escolher, no dia 28 de outubro, o novo prefeito. Sob o pretexto da eleição suplementar um apresentador da emissora de TV Mearim (repetidora da Band) tem desferido diariamente críticas de toda espécie contra algumas mulheres. A gota d’água foi um áudio notadamente fake, divulgado ao vivo em que há um diálogo fictício envolvendo o nome do deputado estadual Roberto Costa e a esposa de um apresentador da TV do deputado.

Reação dos Políticos

Vários segmentos da sociedade bacabalense reagiram na forma de condenarem a prática de ataque exibida na TV Band. Os representantes políticos da cidade também apresentaram repúdio à maneira espúria de disputar política. Na Câmara Municipal os vereadores condenaram o ato e na Assembléia Legislativa, o deputado Roberto Costa (MDB) fez um pronunciamento enfático.

Reação popular

Na manhã deste sábado, milhares de mulheres foram às ruas para externar o sentimento de indignação. A maioria das participantes carregavam balões coloridos e muitas delas acompanhadas dos filhos pequenos.

O evento foi organizado pela coligação do prefeito Edvan Brandão (PSC) e começou na Praça da Bíblia culminando com um ato público na Praça Silva Neto. O prefeito Edvan Brandão disse: “Não podemos compactuar com esses ataques às mulheres da nossa cidade sob o pretexto de que estamos em campanha eleitoral. No meu governo, a mulher é respeitada como deve ser, então estamos aqui para manifestar o nosso repúdio às pessoas que tentam menosprezar as mulheres”.

A primeira-dama de Bacabal, Dona Neidinha disse que não há lugar para humilhação a nenhuma mulher: “O prefeito de Bacabal respeita todas as mulheres, a sua equipe de governo é formada por várias mulheres. E essa deve ser a regra a seguir, a mulher deve ser respeitada e deve ocupar o seu espaço na sociedade, no comércio, na indústria e na administração pública”. A senhora Graciete Lisboa, candidata a vice-prefeita, disse que “o respeito às mulheres deve prevalecer e ninguém tem o direito de usar o nome de alguma mulher de forma tão humilhantes como temos visto, unicamente para satisfazer interesses eleitoreiros”.

O deputado estadual Roberto Costa (MDB) começou o seu pronunciamento instigando os adversários políticos que usam a TV Mearim para os ataques: “Se os nossos adversários não gostam de mulher, saibam que nós gostamos. Gostamos e respeitamos dando a elas o seu devido valor e reconhecimento. Não podemos aceitar que atos de desespero eleitoral levem as pessoas a agredirem de forma tão covarde mulheres mães de família”.

As primeiras multas

Depois da divulgação do áudio fake , o juiz Jorge Antonio Sales Leite ( 13ª zona eleitoral), arbitrou até o momento três multas para a  TV Mearim e para o apresentador Israel Braga, em razão da divulgação de notícias sem fundamento na verdade. A multas somam R$ 63.282.00 para a emissora e R$ 15.000,00 para o apresentador.

2 Comnetários

  1. Esse apresentadorzinho vive às custas de políticos da região do Médio Mearim que apoiam o governador Flávio Dino. Recentemente, em São Luís Gonzaga ele disparou uma campanha racista e preconceituosa a mando do prefeito Dr. Júnior, que é dono da única emissora de TV local, contra um advogado negro e um locutor gay. Que a justiça ponha esse moleque no lugar dele, que é atrás das grades.

  2. E eu pensando que o blog fosse totalmente contra a Oligarquia Sarney, mas depois da postagem “Fio Terra” sobre Bacabal e agora essa daqui, da pra ver o blog não é totalmente contra…
    Muito estranha essa postagem apoiando o Grupo do atual prefeito e aliado de Roseana Sarney em Bacabal. Eu sei q tu não vai postar isso aqui mesmo, foi só uma forma de ver que tu tens leitores bem atentos…

Comments are closed.