Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Major Janilson ameaça Assis Ramos depois de demissão da esposa

O controverso major Janilson, que agora é candidato a deputado estadual, quer se dar bem politicamente mais uma vez usando como principal método a sua vitimização. Foi assim que ele conseguiu ajudar o prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, a se eleger em 2016. Agora, a criatura se voltou contra o criador.

Em 2016, o major Janilson armou um escarcéu na cidade de Imperatriz e foi preso por insubordinação à Corporação da Polícia Militar. O objetivo era usar o caso para lucros políticos, o que acabou ocorrendo. O fato comoveu a cidade, que acabou elegendo Assis Ramos, para quem ele trabalhava na eleição.

Passados dois anos, major Janilson volta a ser o centro das atenções em Imperatriz. Agora candidato a deputado estadual com o mesmo discurso de vitimização, ele aproveitou a exoneração da sua esposa, a secretária municipal de Esportes, Greyciane Gomes, para se aproveitar politicamente da situação.

Assis Ramos exonerou a mulher do major Janilson da Secretaria de Esportes alegando irregularidades em sua gestão e incompetência. Em áudio vazado nos grupos de WhatsApp da cidade, o prefeito explica os motivos da demissão, e reitera que a decisão não tem relação com a política.

A situação foi a senha para major Janilson se vitimizar no intuito de lucrar politicamente com a “injustiça”. Áudios de Graciane chorando por causa da decisão do prefeito Assis foram espalhados aos montes.

Amanhã, Janilson prometeu que irá abrir a caixa preta da prefeitura de Imperatriz. Resta saber se isso não passa de mais um oportunismo político seu ou se a gestão Assis é realmente perseguidora e cheia de complicações.

Comantário

  1. Não há dúvida que se trata de oportunismo politico. Infelizmente nos ultimos anos o nivel das campanhas politicas em nossa cidade tem sido vexatoria e de baixo nivel. Esse major forjou todo um teatro em 2016, seu dons artisticos teve muitos espectadores, agora está querendo voltar em cena, desta vez acredito que não vai ter êxito.

Comments are closed.