Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Governo avança na captação de recursos para a execução do Programa Corredor de Transporte e Integração Sul Norte do Maranhão

A finalização dos trâmites técnicos e administrativos permitirá que o Governo do Maranhão inicie a execução da 1ª Etapa do Programa Corredor de Transporte e Integração Sul Norte com a reconstrução do trecho de 233km da MA-006, entre os municípios de Balsas e Alto Parnaíba. O valor do investimento está orçado em R$ 800 mi, onde o governo do Estado deve entrar com uma contrapartida de 20% para a conclusão do projeto.

O financiamento da reconstrução da 1ª Etapa da maior rodovia do Estado, em fase adiantada para conclusão, está sendo negociado com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e o Novo Banco de Desenvolvimento da América Latina (NBD). Com larga experiência em operações no Brasil e corpo técnico engajado na execução do projeto, as instituições trazem agilidade na implementação do Programa.

Está previsto no projeto que a CAF se encarregará de financiar a reconstrução do trecho entre os municípios de Alto Parnaíba e Tasso Fragoso. O NBD assumirá o trecho entre Balsas e Tasso Fragoso totalizando os 233 km para conclusão da 1ª Etapa de reconstrução da rodovia.

O interesse em concretizar o Corredor de Transporte e Integração Sul Norte do Maranhão é do tamanho da MA-006. Com 1225 km de extensão a rodovia foi construída na década de 80 com o objetivo de ligar o Norte ao Sul do Estado, não imaginando ter que atender, mais tarde, uma importante fronteira agrícola para os estados do Maranhão, Pará e Tocantins, suportando 20 vezes mais o que foi dimensionado para estrada. A falta de manutenção e conservação adequada da MA-006, em anos passados, também ajudou a antecipar a durabilidade da rodovia e gerar a necessidade de reconstrução da estrada.

Segundo o Secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, quando o Governo recebeu a rodovia em colapso, em 2015, resolveu de imediato adotar patrulhas mecânicas para dar suporte aos produtores rurais e a recuperação emergencial dos trechos considerados mais críticos para garantir a trafegabilidade da estrada, além de intervenções feitas referentes à sua recuperação. Paralelo ao trabalho para evitar a interrupção no tráfego e o escoamento da produção agrícola, Clayton Noleto conta que foi iniciado o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) se tornando viável a recuperação da MA-006, inicialmente do entroncamento da BR-222, em Buriticupu, até o município de Alto Parnaíba.

“Não ficamos parados e estamos agora mais perto da concretização deste sonho que é a reconstrução do trecho da MA-006, nesta primeira etapa entre entre Balsas e Alto Parnaíba, para depois darmos sequência à segunda etapa, avaliada em mais de 1 Bi para a sua execução”, frisou o Secretário de Estado da Infraestrutura, acrescentando que o governo dará um salto importante na logística de infraestrutura rodoviária garantindo agilidade, menor custo de transporte, competitividade, segurança e comodidade aos que precisam trafegar pela maior rodovia do Estado. “A reconstrução deste primeiro trecho terá o redimensionamento e o alargamento da estrada para suportar a carga adequada dada a importância da rodovia para o escoamento de boa parte da produção agrícola do Estado”.

As ações contínuas do Governo do Estado na MA-006, têm garantido a trafegabilidade da rodovia nos últimos anos. Recebem intervenções constantes de conservação trechos que ficavam no isolamento, como Balsas a Fortaleza dos Nogueiras (55 quilômetros), de Formosa da Serra Negra a Grajaú (127 quilômetro) e Balsas a Alto Parnaíba (233 quilômetros).
Paralelo ao trabalho de obtenção do financiamento para a reconstrução da rodovia e os serviços de recuperação emergencial para garantir o tráfego e o escoamento da produção agrícola na região sul do Estado, a Secretaria de Estado da Infraestrutura entregou neste ano o trecho de 42 km da MA-006 entre o município de Pedro do Rosário ao povoado Cocalinho, no entroncamento da BR-316, e deve concluir até o fim de 2018 a restauração do trecho de 125 km entre os municípios de Grajaú e Arame.

O Governo reforça que concluiu os 65 km da MA-140, entre o entroncamento da BR-230, em Balsas, ao entroncamento da MA-007, parte integrante do Anel da Soja, que facilita o acesso a MA-006 para o escoamento da produção agrícola. “Dos outros dois trechos do Anel da Soja na MA-007, um deles foi retomado esta semana e o seguinte deve ser retomado em quinze dias melhorando as condições da logística para o transporte na região”, complementou Clayton Noleto enfatizando os investimentos contínuos para garantir a melhoria das condições para o transporte da safra agrícola mantendo o aquecimento da economia e a geração de emprego e renda.

Comantário

Comments are closed.