Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Zé Reinaldo assume discurso “paz e amor”

Dado como “morto” por boa parte da classe política maranhense, o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSDB) esboçou reação nas pesquisas de intenção de votos divulgadas esta semana e parece convencido a assumir uma postura menos agressiva visando cativar o eleitorado e apoiadores do governador Flávio Dino (PCdoB) em sua campanha rumo ao Senado Federal.

Tavares em nada faz lembrar o político que “chutou o balde” quando foi levado a romper com Dino por conselheiros ligados à oligarquia Sarney. Em entrevista a um blog da Região dos Cocais, ele chega a afirmar que não queria ter rompido com o comunista, pois este, segundo o atual deputado federal, seria um “bom governador”.

“Não tenho nada contra ele, mas os fatos na política são assim. Houve esse desentendimento, mas não houve briga nenhuma, de forma que não sou inimigo do Flávio nem nada, torço também por ele, de forma que isso não altera minha maneira de ser, infelizmente não deu mas vamos continuar. Agora não vou atacar governador, candidato nenhum, vou fazer a minha política”, garantiu o tio de Marcelo Tavares.

Conforme o blog informou na semana passada, vários prefeitos ligados ao Palácio dos Leões não abrem mão de apoiar o nome de Zé Reinaldo para o Senado, como é o caso de Miltinho Aragão (PSB), Cleomar Tema (PSB), Luciano Leitoa (PSB) e de dezenas de outros gestores e lideranças que apoiam a reeleição de Flávio Dino.