Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Luxo no lançamento da pré-candidatura de Thiago Diaz e descaso na reforma da OAB/MA

O presidente da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), Thiago Diaz, resolveu lançar sua pré-candidatura à reeleição usando o Palácio Luís XIII, um dos buffet’s mais caros e luxuosos de São Luís. Após o lançamento, Diaz promoveu requintado jantar no Coco Bambu, encerrando a festança.

Estranho é que Diaz vem abusando nos gastos com sua pré-campanha, enquanto a obra de reforma da sede da OAB/MA já foi por diversas vezes denunciada pelo descaso com que vem sendo tocada.

Tanto que na semana passada, o vice-presidente da Ordem e também pré-candidato à Presidência, Pedro Alencar, também apontou irregularidades na reforma. Para Pedro Alencar, Diaz corre contra o tempo para entregar o prédio reformado, antes que expire o prazo permitido pela própria OAB-MA, que “é de no máximo 90 dias antes das eleições”, explicou.

Falta de transparência

A falta de transparência é uma das marcas no processo milionário de reforma da sede da OAB/MA. Pedro Alencar alerta ainda, que o Conselho Federal destinou aproximadamente R$ 1,2 milhão desde o início de 2017, mas a obra só foi iniciada um ano depois, no início de 2018.

Denúncias contra a obra ecoam desde o início do ano. A modesta empresa R.Costa Uchoa Júnior, com sede no município de Presidente Vargas, foi agraciada em janeiro com um contrato vultoso de mais de R$ 992 mil para execução da obra. Apesar do alto investimento, a reforma deve ser entregue sem ter sido finalizada.

Infelizmente, até agora o único rastro de reforma do prédio é a grosseira demão de tinta usada em substituição ao piso que revestia há décadas as paredes externas do prédio.

Palácio Luís XIII, um dos buffet’s mais caros e luxuosos de São Luís
A falta de transparência é uma das marcas no processo milionário de reforma da sede da OAB/MA