Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Rapidinhas da terça-feira

Imagem do dia

Partidos que defendem a reeleição do governador Flávio Dino em reunião na noite desta terça na sede do PDT para preparar a grande convenção que será realizada no dia 28 às 8:30 horas no Centro de Convenções. Presidentes dos 15 partidos compareceram e começaram a definir as coligações proporcionais de federal e estadual .

Eleição difícil

Se sabia que era impossível ser eleito governador – por isso desistiu, inclusive, de disputar as eleições – Ricardo Murad (PRP) não terá vida fácil também por uma vaga na Câmara Federal. Sem a secretaria de saúde para irrigar sua campanha, ele brigará com nomes como Hildo Rocha (MDB), Victor Mendes (MDB), João Marcelo (MDB), Trinchão (PSD) e Edilázio Júnior (PSD).

Ciumeira

Causou ciumeira dentro do clã Sarney o anúncio de que Ricardo Murad vai concorrer ao cargo de deputado federal. No acordo costurado com Roseana, ele garantirá algumas bases que já estavam prometidas para outros candidatos do grupo. O ex-todo-poderoso do governo passado vai comer alguns aliados e tirar votos de sarneyzistas que já se achavam tranquilos na disputa. A confusão tá só começando.

Imposição

Inicialmente preterido da disputa pela reeleição na Assembleia Legislativa, causou espanto o anúncio de Ricardo Murad de que o seu genro, o deputado Sousa Neto, concorrerá pela renovação do mandato. A inclusão do nome do parlamentar, na verdade, pode ter sido uma imposição de Tatiana Murad, filha de Ricardo, que teria ficado chateada com o fato de que somente Andrea, sua irmã, participasse da eleição. O pai acatou o pedido da filha e arriscará duas candidaturas dos Murad.

A força de Jerry

O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, reuniu centenas de pessoas nesta segunda-feira (16), durante ato de lançamento de sua pré-candidatura a deputado federal em sua cidade natal, Colinas. O evento contou com a participação do vice-governador Carlos Brandão e de lideranças de todas as cidades do Médio Sertão Maranhense.

“Obrigado aos meus amigos conterrâneos de Colinas e do médio sertão maranhense que vieram aqui prestigiar um evento que era pra ter sido só de Colinas, mas que acabou transbordando e virou um evento regional, o que mostra que estamos no caminho certo e que há uma grande adesão e simpatia ao projeto de nossa pré-candidatura a deputado federal e também uma adesão muito grande ao projeto de reeleição do nosso governador Flávio Dino”, pontuou Jerry.

Mais 1200 policiais

O governador Flávio Dino anunciou, por meio das redes sociais, na tarde desta terça-feira, 17, a nomeação de mais 1.214 policiais para a Polícia Militar do Maranhão. “No próximo dia 25, irei nomear mais 1.214 policiais militares para o Maranhão. E vamos seguir ampliando a Polícia e reduzindo os crimes”, afirmou.

Equação sarneyzista

O ex-senador José Sarney dá como certa a adesão de um grande partido da base governista à candidatura de Roseana Sarney ao Palácio dos Leões. Pelas contas do oligarca, o PRTB de Márcio Coutinho abandonará Maura Jorge à véspera da convenção e o Podemos, de Aluísio Mendes, será puxado pelo beiço para o palanque da filha.

Em cima do muro

Questionado por um eleitor, na manhã de hoje, durante audiência na justiça contra o editor do blog, o rebento de Anajatuba, Eduardo Braide, deixou claro sua insegurança em relação à eleição de outubro. Respondeu que ainda não sabe se será candidato a deputado federal ou a governador.

Mão invisível

O presidente estadual do PT no Maranhão, Augusto Lobato, segue plantando dificuldade para colher facilidade junto ao governo Dino. É ele o homem por trás da cortina da disparatada pré-candidatura de Anibal Lins ao governo estadual.

Comantário

  1. Roseana Sarney, enfraquecida após Maura Jorge ter recebido apoio de Bolsonaro com seus bolsominions e Marcio Coutinho com sua nominata de pré-candidatos obrigando-os a abandonar Roseana e apoiar Maura Jorge, mediante essa situação a ex-Governadora convoca Aluísio Mendes e Marcio Coutinho para reunião hoje os obrigando a freiar Maura Jorge, caso contrário Sarney irá por cima falar com os presidentes nacional do PRTB e Podemos para tentar resolver a situação. O grupo Sarney hoje teme uma retaliação direta a Maura Jorge, com receio dela pular para o barco de Dino e virar o jogo ou fazer um escândalo a nível nacional com respaldo de Bolsonaro com argumento de ser vítima de perseguição no Maranhão . Roberto Rocha está aperreado pois soube de uma pesquisa do grupo Sarney que ele hoje está em último lugar entre os pré-candidatos, viu que mesmo com a maior estrutura partidária , financeira de 90 milhões em emendas não consegue agregar povo, votos e grupo coeso que possa transferir votos para ele. Sua cartada agora é condicionar Zé Reinaldo que só cede a vaga de Senado se ele trouxer Braide pelo berço e não deixa-lo apoiar Maura Jorge

Comments are closed.