Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Por que Brandão é alvo?

O governador Flávio Dino (PCdoB) já revelou sua preferência em continuar tendo como vice Carlos Brandão (PRB) e isso incomodou alguns integrantes dos 14 partidos do arco de aliança governista.

Os aliados não duvidam da capacidade de Brandão no cargo e nem de sua fidelidade ao governador, mas, ainda assim, pleiteiam a vaga do ex-tucano de olho na próxima sucessão.

Dino lidera todas as pesquisas realizadas até o momento e venceria as eleições de outubro no 1º turno e ser o vice escolhido pode implicar em se tornar governador em 2022. E é com isso que todos sonham.

Flávio sendo reeleito neste ano, automaticamente seria candidato em 2022, ao Senado Federal ou à Presidência da República, haja vista o seu exponencial reconhecimento nacional.

Para buscar um desses cargos, o governador teria que se licenciar seis meses antes das eleições, fazendo com que o vice se torne o Governador do Maranhão por 8 meses, com direito à reeleição. É por conta disso que alguns insistem em fantasiar e financiar boatos sobre uma improvável inelegibilidade de Brandão na imprensa.

Tais movimentos são naturais em um cenário de disputa de poder interno e o governador sabe jogar com maestria no tabuleiro político. Dino é ex-juiz federal e sabe que Brandão não tem impedimentos legais.