Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Promessa milionária de Roberto Rocha a Sérgio Frota provoca crise no ninho tucano

Causou ciumenta entre os novos membros do PSDB no Maranhão a revelação do deputado estadual Sérgio Frota dando conta que o senador Roberto Rocha teria oferecido R$ 5 milhões em emendas e recursos partidários para que ele não deixasse o partido.

O presidente do Sampaio Corrêa trocou a legenda pelo PR, do colega Josimar de Maranhãozinho, no mês passado, insatisfeito com o golpe impetrado pelo autointitulado “Asa de Avião” que derrubou o vice-governador Carlos Brandão do ninho tucano.

A informação sobre a promessa milionária a Sérgio Frota provocou descontentamento nos parlamentares recém-filiados ao PSDB. Alguns, revoltados, questionavam até se o financiamento acima do estabelecido pela legislação eleitoral sairia dos cofres do agiota Pacovan.

A principal queixa de alguns tucanos de bico mole é que o limite previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para gastos com a campanha de deputado estadual é de R$ 1 milhão, como é o caso dos candidatos à reeleição Wellington do Curso e Graça Paz.

Para os que concorrem a deputado federal, como o ex-prefeito Sebastião Madeira, o valor chega a no máximo R$ 2,5 milhões – a metade do “dote” prometido por Roberto a Frota.

Para o cargo de senador, o valor pode chegar a R$ 8 milhões para as campanhas de Zé Reinaldo e Alexandre Almeida, oriundos de financiamento próprio ou dos fundos Partidário e Eleitoral.