Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Nota da Secretaria de Segurança comprova que policial contrabandista mentiu

Em nota pública, a Secretaria de Estado da Segurança Pública afirma que são totalmente mentirosas as acusações feitas pelo policial contrabandista Fernando Paiva Moraes Júnior.

As falácias do soldado foram maldosamente tratadas como verdade pela mídia sustentada pela oligarquia Sarney. A nota da Secretaria deixa claro que o PM cometeu mais um crime por mentir.

O Ministério Público Federal, ao se pronunciar e nomear as pessoas que participaram da reunião, deixa claro que o secretário de segurança Jefferson Portela jamais tratou de conversas sobre delação.

Esta nova tentativa de “fake news” foi protagonizada, mais uma vez, pela turma da maldade, que sonha em voltar ao poder e ao Palácio dos Leões.

Nota da Secretaria de Segurança Pública

A respeito da acusação feita pelo soldado Fernando Paiva Moraes Junior, preso por contrabando, a Secretaria de Segurança Pública, esclarece que:

1 – A acusação é mais um crime praticado pelo soldado, preso em flagrante por contrabando e já denunciado pelo Ministério Público Federal por participação de organização criminosa.

2 – Diferentemente do que diz o soldado, o secretário Jefferson Portela nunca participou das conversas sobre possível delação premiada, que se deram em acordo firmado na sede do Ministério Público Federal.

3 – O próprio MPF, desmentindo as calúnias ditas pelo acusado em juízo, veio a público esclarecer que participaram da reunião – que se estendeu por mais de oito horas – quatro procuradores federais, um defensor público da união e um delegado da Polícia Federal.

4 – O Ministério Público também afirmou que foi decisão do próprio soldado Fernando Paiva Moraes Junior desconstruir seus advogados naquela tarde e requerer o apoio da Defensoria Pública.

5 – Corroborando a afirmação do procurador Juraci Guimarães, as acusações mentirosas e sem qualquer razoabilidade feitas pelo policial militar e seu advogado visam tão somente conturbar as investigações.