Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Em entrevista no Palácio, Flávio Dino confirma chapa majoritária e apresenta detalhes da reunião com os 14 partidos aliados

Em entrevista exclusiva ao blog e aos jornalistas Raimundo Garrone e Clodoaldo Correa no Palácio do Leões, logo depois da reunião com os presidentes estaduais dos 14 partidos aliados, o governador Flávio Dino (PCdoB) revelou detalhes do encontro e da sua preferência pelos nomes da chapa majoritária.

Dino afirmou que houve consenso de todos os partidos quanto o apoio a sua reeleição, inclusive com a chance dos diretórios nacionais das 14 siglas.

Durante o encontro, o governador também apresentou e fez a defesa da chapa majoritária que ele entende ser a mais adequada para as eleições de 2018. Carlos Brandão (PRB) como vice e Weverton Rocha e Eliziane Gama (PPS) para o Senado. Não houve avanços no que se refere aos cargos de suplentes.

Flávio Dino lembrou que todos os partidos ainda vão realizar seus encontros ou congressos internos, mas, todos os presidentes estaduais se comprometeram em levar para as bases a proposta de chapa do governador.

Também ficou definida que será realizada outra reunião, nos mesmos moldes desta, no mês de maio para definir de uma vez os nomes da majoritária. Ao apresentar os nomes de preferência, o governador fez questão de defender suas escolhas.

Brandão seria escolhido, pois não há nenhuma razão política ou administrativa para se mudar o nome. O governador ressaltou a fidelidade e a disponibilidade do atual vice, além de seu caráter.

Weverton não foi escolhido apenas pelo simbolismo do PDT na luta histórica contra a oligarquia e o coronelismo. O governador lembrou que o partido também abriu mão em 2014 da vaga na chapa majoritária em prol da união das oposições. Pra Dino, o mais importante na escolha de Weverton é seu posicionamento em Brasília em defesa do campo democrático popular, do estado de direito e da democracia. Sempre atuante contra as reformas do governo Temer que retiram direitos dos trabalhadores.

Em relação a Eliziane, o governador lembrou que a deputada sempre foi do grupo, desde 2006, além de ser uma sólida liderança popular que pontua muito bem em todas as pesquisas. Além do fato da parlamentar representar o gênero feminino, os evangélicos e ser o complemento perfeito para Weverton Rocha. O governador também destacou a atuação da deputada na Assembleia e na Câmara de sempre muita qualidade e seriedade.

Dino também deixou claro aos partidos que todas as decisões foram profundas e fruto de reflexão, não houve decisão por amizade e sim leitura política, com o objetivo de ter a vitória plena com a reeleição no primeiro turno e a eleição dos senadores. Flávio disse que acredita em uma consciência progressiva dos presidentes dos partidos e que na base do diálogo a chapa seria tranquilamente acatada.

Quando perguntado sobre as garantias que os dois pré-candidatos ao Senado de sua preferência não se tornariam novos Roberto Rocha, o governador afirmou que acredita em Eliziane e Weverton justamente por eles terem uma trajetória mais linear. Dino ainda lamentou, pois acreditava que o Roberto teria sinceramente se convertido para o campo político democrático.

O governador lembrou que os dois pré-candidatos ao senado não são filhos do coronelismo, portanto, Weverton e Eliziane não teriam que romper com nada para serem inseridos no campo popular.

Quanto a suplência, o governador disse que essa decisão ficaria para outro momento. A questão do DEM está pacificada. A sigla vai ficar com alguma suplência e o governador inclusive disse que vai acompanhar, no sábado o presidente da Câmara Rodrigo Maia, em uma agenda na cidade de Santa Inês.

No ponto de vista nacional, Dino disse que vai votar para presidente na candidata Manuela D´Ávila do seu PCdoB. Mas lembrou que como ele é parte crucial da ampla aliança, não se furtará em receber todos os candidatos de qualquer sigla, como foi feito com Ciro Gomes do PDT.

A entrevista na íntegra você vai poder ouvir nesta sexta-feira (20) no programa Ponto Continuando da rádio Mais FM, às 18 horas.