Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

“Tenho certeza que o vazamento da suposta carta do Mariano foi uma ação política e inescrupulosa”, afirma Marcelo Tavares

Em entrevista ao programa Ponto Continuando, da rádio Mais FM, o ex-secretário da Casa Civil e ex-deputado Marcelo Tavares comentou sobre o fato de seu nome ter aparecido na suposta “carta” que teria sido escrita pelo médico Mariano de Castro.

Marcelo Tavares afirmou que duvida muito da veracidade da pseudocarta, alegando ela tem muitos pontos estranhos. O ex-secretário teria sido citado apenas na última linha da última página do texto como beneficiado com a realização de serviços médicos para sua família, além de serviços funerários.

Sobre a possível denúncia, Marcelo afirmou que tem sua consciência tranquila e que confia na Polícia Federal para esclarecer toda essa situação. O ex-secretário também deixou claro que nunca pediu nada pra Mariano ou para outra pessoa da Secretaria de Saúde.

O ex-secretário também falou sobre o vazamento, lembrando que se ele foi feito por um dos advogados do médico Mariano se configuraria como crime por quebra de sigilo profissional.

Quando perguntado sobre uma possível interferência política no surgimento e no vazamento da “carta” atribuída a Mariano, Marcelo Tavares disse ter absoluta certeza que muitos interesses nebulosos permeiam essa história.

O ex-deputado também disse que os inescrupulosos que vazaram a “carta” para os blogueiros foram os responsáveis diretos pela tragédia que acometeu a vida do Mariano.

“Esses interesses escusos impossibilitaram a delação do médico e fizeram ele tomar essa decisão lamentável de recorrer ao suicídio”, lamentou Marcelo Tavares.

3 Comnetários

Comments are closed.