Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Justiça obriga Roberto Rocha Jr a prestar contas de seu período à frente do PSB de São Luís

A juíza Ariane Castro Mendes Pinheiro, da 13ª vara cível, emitiu, nesta quinta-feira (05), decisão favorável ao diretório do PSB de São Luís e contra o ex-vereador Roberto Rocha Jr, o Asinha.

A magistrada requereu a concessão da tutela provisória de urgência para determinar que Roberto Rocha Jr entregue a prestação de contas partidárias do período compreendido de 01 de janeiro de 2017 até a 12 de julho de 2017.

No despacho é dito que Asinha deixou de cumprir com suas obrigações, não entregando qualquer prestação de contas referentes ao ano de 2017. E ainda lembra que houve movimentação na conta partidária de nº 6.186-7, Ag. 4323-0, Banco do Brasil, no valor de R$ 287.433,30.

Sustenta ainda que, mesmo após ter sido destituído da Comissão Provisória, Asinha utilizou valores recebidos na conta partidária, quando em 12 de julho de 2017 promoveu a emissão de cheque no valor de R$ 32.372,00.

A Juíza deu o prazo de 48 horas para que Asinha preste contas ao partido no que se refere de 1 de janeiro a 12 de julho de 2017 (data apontada como a última movimentação feita pelo ex-vereador na conta bancária partidária).

Lembrando que, toda decisão se estende ao ex-dirigente do PSB, Hilton César Pinheiro da Silva. A multa diária pelo não cumprimento da decisão é de R$ 500,00, extensiva a 60 dias.

Comantário

Comments are closed.