Destaque

Sem PSD, Roseana perderá valiosos minutos no rádio e na TV

Prestes a filiar o ex-ministro Sarney Filho, o PSD pode dar abrigo ao rebento de Anajatuba, Eduardo Braide (PMN). É o que informa o blog Atual7.

O partido, atualmente comandado no estado por Claudio Trinchão, é um dos pilares de sustentação da candidatura de Roseana Sarney a governadora, ao lado do MDB de Michel Temer e do PV.

Se perder o apoio da sigla, num esforço de José Sarney (MDB) para viabilizar a candidatura de Braide a governador com o objetivo de forçar um segundo turno com Flávio Dino (PCdoB), a ex-governadora abrirá mão de valiosos segundos no palanque televisivo.

Com o MDB, PV e PSD, Roseana teria exatos 1’43 segundos no horário eleitoral. Sem o partido de Kassab, a “Guerreira” terá com pouco mais de 60 segundos.

Confirmada a articulação, Braide Anajatuba não sairá incólume junto ao eleitorado. Será obrigado a assumir o ônus de carregar o estigma oligárquico e pedir votos de senador para Sarney Filho.