Publicidade  Prefeitura de São Luis

Destaque

Edivaldo consolida políticas públicas de sustentabilidade e reciclagem em São Luís

Coleta seletiva é uma discussão que avança no Brasil, embora poucas cidades tenham de fato ações efetivas nesta área. Não é o caso de São Luís, onde o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) inaugurou nesta segunda-feira (26) o décimo Ecoponto. A política dos Ecopontos foi vem sendo implantada desde a sua primeira gestão com o objetivo de garantir à população de São Luís um espaço para a coleta seletiva de materiais recicláveis.

A determinação do prefeito Edivaldo em avançar nesta área dentro de sua gestão é fácil de comprovar, pois cada novo Ecoponto representa um aumento significativo no número de bairros e moradores atendidos por essa política. Em apenas dois anos e com 10 Ecopontos Edivaldo garante que atualmente 30% da população de São Luís tenha acesso de fato à coleta seletiva.

Tendo a limpeza urbana como uma das prioridades da sua gestão, ao inaugurar o Ecoponto Anil Edivaldo também anunciou a inauguração de 10 novos equipamentos do tipo ainda este ano, além de dois centros de triagem de materiais recicláveis para uso das cooperativas de catadores de São Luís. Oferecendo mais espaços para o descarte de materiais recicláveis pela população e estruturando cada vez mais as cooperativas de São Luís, Edivaldo garante que a cidade continue avançando entre as cidades brasileiras onde este tipo de política está implantada efetivamente.

Em um cenário em que cada vez mais se faz necessário avançar em políticas de sustentabilidade, reciclagem e coleta seletiva, Edivaldo assumiu a missão de inserir definitivamente São Luís nesta realidade para além das discussões, mas com ações efetivas e em parceria com a população, fazendo da capital maranhense uma cidade sem nenhum tipo de ação voltada para a coleta seletiva para uma cidade que até o fim do ano terá 20 equipamentos à disposição da população para esta finalidade.

Os Ecopontos são hoje um marco na forma como a limpeza pública de São Luís vem sendo trabalhada, pois tratam-se de equipamentos públicos que garantem não apenas a coleta seletiva e incentivam a sustentabilidade como também conseguem agregar uma série de ações que melhoram a vida da população a partir da limpeza da cidade.

Além disso, as ações correlatas a esta política como a mobilização direta da comunidade, as constantes atividades de educação ambiental, a inserção das cooperativas de catadores e dos carroceiros aumenta a confiança que a população de São Luís tem na sua gestão.

Comantário

Comments are closed.