Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Dutra encaminha novo hospital de Paço do Lumiar

As obras do primeiro hospital-maternidade de Paço do Lumiar, com 52 leitos, serão iniciadas em breve. A garantia foi dada pelo governador Flávio Dino ao prefeito Domingos Dutra, ambos do PCdoB, ao informar que todo o processo de licitação da empresa que vai construir o hospital já está na fase final. A Athos foi a empresa vencedora.

“Agora em março, o governador Flávio Dino deverá vir ao Maiobão para assinarmos juntos a ordem de serviço do hospital-maternidade do Maiobão, na Avenida 13. Será a concretização de um sonho e a vitória de uma luta travada nos últimos anos”, afirmou o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra.

O hospital-maternidade de Paço do Lumiar será construído onde funcionou a Unidade Mista do Maiobão. O prédio está abandonado desde 2013, quando o então secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, desativou a unidade, construída em 1987 pelo secretário de Saúde na época, Jackson Lago.

O prefeito Dutra lembra que, ao tomar posse, o governador Flávio Dino, por reivindicação dele e de lideranças luminenses, iniciou o processo para a construção de um hospital de 52 leitos, incluindo leitos de maternidade.

“Paco do Lumiar tem 180 mil habitantes e merece um hospital. A atual Unidade Mista, apesar de ampliada e melhorada pelo governador Flávio Dino, é insuficiente para atender às nossas demandas. A construção deste hospital é um sonho de lutas que temos travado há 35 anos”, declarou o prefeito Dutra.

6 Comnetários

  1. Por incompetência não conseguiu dar seguimento a UPA/Maiobao da Av. 8, que o ex-prefeito deixou com recurso Federal em caixa pra concluir. Por falta de gestão deixou o convênio com o governo federal expirar e o que restou da obra está se acabando.

    1. Ora!! Ele é o prefeito, mas quem manda é a mulher, isso não tem moral, contrata a empresa depois faz a licitação tanta coisa errada, isso foi alguém q já trabalhou dentro da prefeitura e aluns empresários Alô MP dar uma olhada lá.

    2. E o “Futi” ainda saía alardeando juntamente com os seus cupinchas, como se fosse uma vantagem, que a obra da UPA e a sua gestão na Saúde do município está sendo alvo de procedimentos fiscalizatórios do Serviço de Auditoria do Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus), órgão do Ministério da Saúde, que com absoluta certeza irá apurar graves irregularidades tanto na obra da UPA como na sua destrambelhada gestão na Saúde, bem como enviará relatórios para os órgãos federais de controle. Por isso é que ele está apático agora sem saber o que faz com o andamento da obra que está se deteriorando a cada dia que passa.

  2. NETO
    Uma pena, deixar uma obra como a UPA totalmente abandonada. Mas, não é incompetência não, é esperteza mesmo.Funcionando a UPA, vão ter que bancar todos esses gastos, é isso que o prefeito não quer.Coisa para pobre so próximo a eleição.

Comments are closed.