Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Senador pede desculpas a Dilma em plenário por ter apoiado impeachment: “Botei uma quadrilha ali”

Brasil 247 – Único senador a mudar de posição no processo de impeachment que tirou Dilma Rousseff, o senador Telmário Mota (PTB-RR) discursou em plenário nesta terça-feira e se disse arrependido em ter apoiado o golpe.

“Eu, infelizmente, cometi o maior equívoco da minha vida. O maior equívoco político da minha vida foi ter votado a favor desse impeachment, porque agora percebo que botei uma quadrilha ali”, discursou.

“Quero até aqui, de público, pedir desculpas, Dilma, porque você foi a melhor Presidenta para o meu Estado. Lamentavelmente, essa quadrilha hoje está sacrificando o meu Estado”, acrescentou o parlamentar.

Em sua fala, ele fez duras críticas ao governo Michel Temer pela crise que vive seu Estado com a chegada dos venezuelanos, entre outros problemas locais.

Dois dias antes da votação do impeachment no Senado, em 31 de agosto de 2016, que afastou definitivamente Dilma do poder, Telmário Mota havia dito que a então presidente não havia cometido “nenhum crime” e anunciou seu voto contra o impeachment. Ele mudou de posição no dia 31, no entanto, e votou pelo afastamento.

 

5 Comnetários

  1. Muito estranho o discurso dele agora.É evidente que ele tinha conhecimento que Dilma tava sendo vitima de uma organização criminosa.E depois desse episodio,o que fez o dignissimo senador em prou do povo brasileiro? Acho que ele tá jogando pra se promover tendo em vista o crescimento da esquerda.

  2. jogo de cena para seus eleitores —-essa cambada de políticos espertos sabem muito bem da podridão onde pisa —tudo jogo de cena em ano de eleição — eles pulam de um lado para o outro e também ficam encima do muro —-depende das conveniências do momento—-VAMOS VOTAR FICHA LIMPA —LIMPÍSSIMA EM 2018

Comments are closed.