Publicidade  Prefeitura de São Luis

Ex-aliado, Gastão Vieira diz que ninguém tem convicção de que Roseana disputará o governo

O ex-deputado federal Gastão Vieira concedeu entrevista ao jornal O Imparcial desta segunda-feira, 19, e fez uma análise geral da atual conjuntura política do Maranhão. De acordo com ele, as eleições de outubro no estado estarão condicionadas ao que ocorrerá em âmbito nacional e cravou que “candidato posto mesmo é só Flávio Dino”.

“Não se sabe o que vai acontecer na medida em que ninguém tem convicção de que a ex-governadora Roseana Sarney vai disputar a eleição, ninguém tem convicção de que o deputado Eduardo Braide consegue viabilizar a sua campanha. Ninguém pode afirmar que a ex-prefeita Maura Jorge vai efetivamente se lançar na campanha, muito menos o senador Roberto Rocha”, analisou.

Para Gastão, esses pré-candidatos correm risco de não participar das eleições. “Eu não acredito que alguém possa disputar com êxito, com chances reais de vitória uma eleição majoritária para governador do Maranhão se não for suficientemente conhecido pelo eleitorado”, explicou o ex-deputado.

Segundo ele, o desconhecimento da pessoa do candidato numa eleição majoritária é fatal. “Portanto, os candidatos que formam uma possível terceira via, eles não partem de uma plataforma estadual, eles partem de uma plataforma localizada: Santa Rita, São Luís, enfim. É muita coisa para uma dimensão muito pequena em termos de conhecimento do eleitor”, ponderou Gastão.

3 Comnetários

  1. As declarações dele não tem valor. Vejam bem:

    Gastão foi o cidadão que mais se beneficiou da sombra dos Sarneys… Pelo PMDB Gastão foi:

    – Deputado Federal várias vezes, com redutos herdados da então Deputada Federal Roseana e depois cacifado com mais redutos herdados do então Deputado Federal João Alberto;

    – Secretário de Estado da Educação várias vezes no Governo Roseana (além de ter indicado o sobrinho para substituí-lo);

    – Não foi Vice-Governador do José Reinaldo, pq não quis;

    – Candidato a Prefeito de São Luís;

    – Secretário de Estado de Planejamento;

    – Ministro da República;

    – Candidato a Senador… Aí perdeu uma partidinha e saiu chorando, dizendo que doeu e falando mal…

    É isso aí!

    1. Vc não leu a reportagem, o cara não falou mal de ninguém, o que ele disse é o que todas pessoas com um mínimo de visão política analisa no nosso estado, ele tá totalmente correto. Larguem essa mania de achar que àqueles do grupo da oligarquia que de lá saíram devem alguma coisa pra essa família, vários votaram com eles quase a vida toda.

Comments are closed.