Publicidade  Prefeitura de São Luis

Cardiologista responde na Mirante pergunta do jornal O Estado e embaraça jornalismo sarneyzista

A fase do jornalismo praticado pelos veículos de comunicação pertencentes a José Sarney não é nada boa. Depois de demitir os melhores profissionais existentes nos quadros da sua TV e do seu jornal, o oligarca vê a desarmonia imperar nas suas mídias e a contradição entre os seus informes colocar, ainda mais, em xeque a credibilidade dos veículos oligárquicos.

Nesta segunda-feira, 05, o jornal O Estado do Maranhão, de forma criminosa, levantou questão sobre os dois mortos no Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso da Polícia Militar, querendo atribuir ao governo do Estado alguma culpa pela infelicidade acontecida. Na capa do pasquim a pergunta era: fatalidade ou negligência?

No jornal de meio dia da TV Mirante, um cardiologista explicou os possíveis motivos que poderiam ter levado ao ocorrido. Ele enfatizou o sedentarismo como a principal causa das mortes, fato que exime completamente a organização do concurso e o próprio governo do Estado.

O cardiologista entrevistado respondeu a pergunta da capa do jornal O Estado do Maranhão. E a opinião é unânime entre os especialistas, a principal culpa é do sedentarismo, já que o TAF segue o mesmo padrão em todo o Brasil, inclusive em outros estados candidatos também acabaram falecendo durante o teste.

A desafinação dos veículos de comunicação da oligarquia só expõem o real objetivo deles atualmente. Macular, a qualquer custo, a imagem do governo do Estado.

7 Comnetários

  1. Falta de atividade física dos Maranhenses é porque os Sarneys nunca construiram ciclovias, parques e praças onde as pessoas poderiam se exercitar. Querem botar a culpa no Governo atual mas tudo de errado neste Estado tem o dedo da oligarquia.

    1. Construir a Lagoa ela não pode ter feito ela colocou azulejos na privada que era a Lagoa que só agora o Governador acabou com os mais de 27 pontos de despejo de esgoto que ela deixou mesmo o irmão a época tendo destinado mais de 70 % da verba de um ministério para a obra que desviou milhões. .. igual aos desvios do dinheiro dasem enchentes e outros mil

Comments are closed.