Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Prefeitura de São Bento repassa mensalmente R$ 135 mil para cobrir atendimentos em Pinheiro

Em nota divulgada na imprensa nesta sexta-feira (02), a Prefeitura de São Bento confirmou que repassa todo mês R$ 135 mil a Prefeitura de Pinheiro com o objetivo de cobrir os gastos pelos atendimentos aos moradores do município.

Portanto, não havia justificativa para o Hospital Materno Infantil negar socorro ao recém-nascido que faleceu na madrugada de ontem (01) dentro de uma ambulância após o médico Paulo Roberto Penha se recusar a receber o paciente.

A Prefeitura ainda rebateu as acusações da assessoria do Materno Infantil, que justificou o falecimento do bebê em razão do transporte irregular do neonato em estado grave. “No tocante ao transporte, tudo estava regular e duas técnicas de enfermagem, uma inclusive tia da criança, acompanhava na ambulância”, diz o documento.

O município ainda relata a doutrina que rege o Sistema Único de Saúde que não permite indiferença no tratamento aos pacientes.

“O que observamos foi uma atitude desumana, a população de São Bento sente-se triste, ferida com o ocorrido, e esperamos que as autoridades investigue o caso e os culpados sejam penalizados”.

Por fim, vale ressaltar que desde o ocorrido, o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, publicou em suas redes sociais a programação do Carnaval da cidade com os pontos da folia, mas em nenhum momento anunciou algum tipo de sindicância para apurar o descaso da sua própria gestão.

Veja: