Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Lobão apreensivo com nova operação da Polícia Federal

O clima é de total apreensão no clã Lobão depois que a Polícia Federal deflagrou hoje (01) operação contra uma organização criminosa especializada no desvio de recursos previdenciários do Postalis (Instituto de Seguridade Social dos Correios e Telégrafos), fundo de pensão dos funcionários dos Correios.

O ex-presidente do Postalis, Alexej Predtechensky, foi indicado para o cargo pelo senador Edison Lobão. Alexej era sócio de Márcio Lobão, filho do senador, numa loja de revenda de carros em Brasília.

Em novembro de 2017, o empresário Paulo Roberto Gazani Júnior, investigado na Operação Custo Brasil, afirmou em acordo de colaboração premiada que Predtechensky pediu propina de 3% na negociação de uma operação de debêntures envolvendo a empresa JHSF, em um total de R$ 75 milhões. A justificativa é que ele necessitava honrar “compromissos” com seus padrinhos políticos do PMDB. Entre eles, Lobão.

As ações da Operação Pausare, de acordo com a PF, acontecem em regime de esforço concentrado pelas próximas 48 horas em São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Alagoas

3 Comnetários

  1. Esse daí está com um foro bem privilégiado, são tantas as denúncias com seu nome que continua livre, leve e solto, com benefices do Sendo, e ainda quer concorrer a reeleição, mesmo com sua ficha mais suja do que pau de galinheiro

Comments are closed.