Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Por que os Sarney e Murad querem jogar a população contra a PM?

A decisão da editoria de política do pasquim O Estado do Maranhão em fazer um artigo, na edição de ontem (18), para defender a irregularidade de motoristas e atacar a atuação da Companhia de Policiamento Rodoviário (CPRV) só pode ser explicada pelo ódio que parece ser nutrido pelo clã Sarney e Murad contra a Polícia Militar do Maranhão.

Roseana Sarney (PMDB) governou o Maranhão por 12 anos e, nesse período, o seu legado para os órgãos de Segurança foi deixar o estado com o menor efetivo de policias do Brasil. Além de praticamente não realizar concursos para novas contratações, a herdeira de José Sarney não concedeu qualquer tipo de incentivo e promoções para a Polícia Militar, por exemplo. A sequência de greves de militares na última década dá um indicativo de quão grande era o descaso dos governos Sarney com a tropa. Hoje, os policiais maranhenses são uns dos mais bem pagos do Brasil, e o Executivo promove oficiais e investe no fortalecimento da corporação.

Tal sentimento contra a PM parece ser compartilhado por Ricardo Murad, aquele acusado de comandar a gangue que assaltou R$ 1,2 bilhão da Saúde do Maranhão. Fato comprovado no início da semana, quando ele discriminou oficiais da “briosa” ao prometer que, caso eleito governador do Maranhão, escolherá o secretário de Segurança através de uma lista tríplice exclusivamente composta por delegados da Polícia Civil. Logo ele, que sem nenhuma formação, conhecimento ou preparo liderou a Segurança Pública estadual nos últimos dias do mandato de Roseana, passou o dia de ontem tentando jogar a população contra a polícia.

A CPRV recebeu investimento pesado do Governo do Maranhão para realizar operações na Região Metropolitana de São Luís com o objetivo principal de diminuir acidentes e fiscalizar motoristas imprudentes, além de coibir o roubo de carros e motos. Segundo levantamento do Ministério da Saúde, a violência no trânsito é a oitava maior causa de mortes no país. A Secretaria de Saúde de São Luís aponta como a principal ocorrência das internações nos Socorrões.

Obviamente, faz parte das obrigações da Companhia verificar se é regular a situação do motorista e do veículo. Entretanto, evitar que a imprudência provoque acidentes como o ocorrido ontem no calçadão do Rio de Janeiro e na semana passada em São Bernardo do Campo, é obrigação do estado. Queira ou não a oligarquia Sarney.

4 Comnetários

  1. Olha governador você tem que mudar o policiamento de Coroatá, porque ninguém pode andar de moto no município de Coroatá que os ladrões toma, e a polícia diz min dar tanto que tu recebe tal dia, na certa que os policiais tem ligação criminosa, e precisamos de segurança.

Comments are closed.