Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Rapidinhas da manhã

Puxada de tapete Nos corredores do Sistema Mirante de Comunicação ganha força a desconfiança de que a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) pode passar a perna no irmão Sarney Filho (PV) e concorrer ela mesma a uma das vagas de senador, fazendo dobradinha com o “queimado” Edison Lobão (PMDB). Neste cenário, João Alberto (PMDB) abriria mão da reeleição para concorrer ao governo, partindo para o tudo ou nada, como fez na semana passada durante inauguração de trecho da BR 135.

Ressaca Ganhou as redes sociais o vídeo do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, rebolando até o chão durante lançamento do pré-carnaval da cidade, no sábado, em meio a vaias da população. O flagra foi postado pela assessoria nas redes sociais do alcaide ainda na madrugada, mas apagado manhã do domingo por orientação do marqueteiro Janderson Landin. Tarde demais. Entre os pinheirenses, Luciano já é chamado de “Lulu Vittar”.

Fora da lei Fontes do blog garantem que o empresário Lúcio André passou o réveillon em Fortaleza, no Ceará. Irmão de Genésio, ele está foragido desde o ano passado, quando teve a prisão preventiva decretada após tentar matar a ex-esposa em São Luís. O agressor estaria atualmente em Teresina, no Piauí, embrenhado em um apartamento da família Genésio, enquanto zomba da Segurança Pública do Maranhão à espera de um habeas corpus que garanta sua liberdade.

Cosa nostra Está batido o martelo: Eduardo Braide, o rebento de Anajatuba, será candidato a governador pelo nanico PMN. A decisão foi tomada neste final de semana pelo parlamentar com as bênçãos de Carlos Braide, Zé Reinaldo (sem partido), Roberto Rocha (PSDB), Hilton Gonçalo (PCdoB) e do oligarca José Sarney (PMDB).

Não faça o que eu faço O senador Roberto Rocha quer aprovar no Senado Federal um projeto que pune o político que deixar o partido em que for eleito sem justa causa com a perda do mandato.

Fiel da balança O deputado federal Juscelino Filho é quem dará palavra final sobre o posicionamento do DEM no Maranhão na eleição deste ano. A decisão, seja qual for, será avalizada pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia.

A onda leva Embora negue, Felipe Camarão, secretário de Educação do governo Dino, de fato se filiará ao DEM de Rodrigo Maia para garantir um alinhamento das ações estaduais com os programas do Ministério da Educação, comandado por Mendonça Filho, também do partido. Antes dele, o Palácio dos Leões cogitou levar o deputado federal Rubens Pereira Junior (PCdoB) para o ex-PFL, mas recuou depois de avaliar que a mudança seria radical demais, apesar da proximidade do parlamentar comunista com o presidente da Câmara Federal.

Xeque mate Enquanto Zé Reinaldo se distancia de Flávio Dino (PCdoB) e Waldir Maranhão (Avante) apela desesperado para a chantagem contra o Palácio dos Leões, Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) estão cada vez mais próximos, e articulam até uma dobradinha com as bençãos do governador. A dupla já sentou várias vezes para discutir estratégias para a disputa de senador, ao passo que Waldir e Zé Reinaldo sequer têm legendas para concorrer.

Terceira via Recém filiado ao PPS, o ex-petista e jornalista Leal Junior quer candidatar-se à Prefeitura de Chapadinha em 2020, batendo de frente com os últimos quatro mandatários do município: Magno Bacelar (PV), Ducilene Belezinha (PRB), Danúbia Carneiro e Isaías Fortes.