Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Jornal dos Sarneys aumenta exorbitantemente números e chama grupo de aliados de ‘criados’

A mentira vem se tornando quase que uma marca registrada dos veículos de comunicação ligados ao oligarca José Sarney, sobretudo o seu pasquim, o jornal O Estado do Maranhão. Os embustes são tão diários, sobretudo quando se trata do governador Flávio Dino, que até nas pequenas coisas eles estão presentes.

Em uma notinha escrita na coluna dedicada a perseguições diárias a Flávio Dino, Roseana ganhou um pequeno espaço para exaltação da sua imagem política. O problema é que as mentiras se tornaram um hábito tão grande que o exagero observado saltou aos olhos dos leitores.

Noticiando um encontro da ex-governadora com apoiadores da sua possível candidatura ao governo do estado, o jornal disse que ela recebeu centenas de prefeitos. Duas mentiras em uma só. Na foto que circula nas redes sociais não são mais que 25 pessoas, ou seja, são mal dezenas, quem dirá centenas.

A segunda mentira diz respeito a presença de prefeitos. Na foto não é possível identificar nenhum prefeito sequer. O jornal força a mão para Roseana parecer que tem apoio de gestores em todo o estado. E mente sobre a presença deles.

O mais curioso na pequena nota de três frases é o termo que o jornal de Sarney usa para classificar seus aliados: criados. Criado, de acordo com o dicionário da língua portuguesa, tem como significado, também, “pessoa que presta serviços domésticos em casa e/ou propriedade alheia; empregado”.

É assim que a oligarquia Sarney trata seus aliados e tratou o povo do Maranhão durante 50 anos. Como criados.

5 Comnetários

  1. O povo do Maranhão sempre foi criado dos Sarneys e só quer Rosengana de volta quem perdeu a boquinha. Sarney nunca mais.

Comments are closed.