Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Presidente do Coren-MA exige que enfermeiros sejam chamados de “doutor”

O novo presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA), Patrick Gomes, baixou uma portaria determinando que todos servidores e colaboradores da autarquia deverão chamar os enfermeiros de “doutor”, tal qual como os médicos.

Patrick foi eleito para comandar a entidade no triênio 2018 a 2020, e durante sua campanha, sempre demonstrou uma insatisfação com a desvalorização da classe na comparação com os outros profissionais da saúde. Talvez, pela frustração de nunca ter conseguido se formar em Medicina.

A atitude do presidente em seu primeiro ato não surpreende. O enfermeiro acumula diversas controvérsias ao longo de sua carreira profissional, envolvendo até mesmo Boletins de Ocorrência. Patrick já foi acusado por uma aluna de seu curso preparatório de assédio moral; processado pela Clínica São Marcos em virtude das arruaças que promoveu nas dependências da clínica e cúmplice de sua esposa, Vanessa Castro Pinheiro Costa, que exercia ilegalmente a profissão com o carimbo do marido. O desequilíbrio de Gomes também já o levou a ser atropelado por um ônibus, próximo à curva do 90, após desentendimento com a esposa.

Talvez o nobre enfermeiro não saiba, mas a origem da palavra “doutor” tem significado de mestre ou professor, ou para aqueles que possuem especialização em doutorado. Profissionais como médicos, juízes e delegados de Polícia são chamados desta forma por simples cortesia, não imposição, como pretende o narcisista presidente do Coren-MA.

5 Comnetários

  1. O que tal fazer um doutorado pra ser chamado de doutor? Ou melhor, pra não ter que impor a ninguém para ser chamado por essa coisa muita gente adora ser chamada. Na real, acho isso uma babaquice.

    1. Nem assim. Doutorado ê título acadêmico. Não é pronome de tratamento. Ele será doutor mas as pessoas não estarão obrigadas a chamá-lo doutor.

Comments are closed.