Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Sogro de Alexandre Almeida, presidente do TJ do Piauí namora chefe de gabinete

Diário do Poder – O presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI), desembargador Erivan José Lopes, demonstra publicamente sua felicidade por ter encontrado um novo amor, em 2017. Mas a vida amorosa do desembargador não é o único tema de intensos debates nas redes sociais, a partir da publicação de uma foto com beijo apaixonado no perfil da jovem amada. O que gerou discussões nos grupos é o fato de a moça que encantou o magistrado ter passado de “chefe de gabinete de desembargador” a namorada do presidente do Judiciário, no intervalo de apenas um ano depois de ingressar na folha de servidores do TJ do Piaui.

Jéssica Ramila do Nascimento tem salário bruto de R$ 7.748,18, como comissionada do TJ do Piauí. Ela ingressou na folha de pagamento do Judiciário piauiense em janeiro de 2017, lotada no Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, com cargo de assessora de planejamento e orçamento e salário bruto de R$ 5.665,40.

Três meses depois, faturou R$ 2.420 em diárias e R$ 565,31 de “dif. cargo em comissão”, totalizando R$ 9.192,20 de renda bruta, no mês de abril.  Em maio, recebeu a primeira parcela do 13º salário e, em junho, gratificação por férias de R$ 1.444,96, com menos de um ano na folha.

A partir de julho, no mesmo cargo e lotação, passou a receber salário bruto de R$ 6.206,89. E em setembro, foi exonerada e readmitida como no cargo de chefe de gabinete de desembargador, mesmo estando oficialmente lotada na 2ª Vara Criminal da Capital. Nesse mês, ela recebeu R$ 9.790,26 brutos, no novo cargo, e mais R$ 3.853,22 do período anterior à exoneração.

Em outubro e novembro registrou vencimentos brutos de R$ 7.627,62 em cada mês. E deixou o cargo de chefe de gabinete de desembargador em dezembro, passando a ser assessora de magistrado, com salário bruto de R$ 7.748,18, incluído o 13º salário.