Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Bomba! Wellington do Curso trama derrubada da prova da PM

O deputado estadual Wellington do Curso ainda não se contentou com o que ganhou nos seus cursinhos preparatórios e pretende lucrar mais ainda. Para isso, ele está tramando derrubar a prova da Polícia Militar, ocorrida no último domingo com mais de 105 mil inscritos para cerca de 1200 vagas.

No grupo de whatsapp ‘TURMA PM C. WELLINGTON’, um porta-voz do parlamentar chamado Kleber Costa falou ontem que “hoje teve um bate papo prévio com Wellington do Curso, amanhã 11h da manhã reunião com o presidente da comissão da OAB com a galera dos grupos do cursinho (Wellington que agendou”. Logo em seguida ele emenda: “A respeito da nossa luta pra derrubar essa prova”.

Movido por interesses comercias, Wellington do Curso tenta tumultuar todos os concursos públicos no Maranhão. Desde antes do edital ser lançado, ele começou a atacar o certame da Polícia Militar, sonho de muitos jovens maranhenses. O deputado já utilizou dos mais variados discursos para desqualificar o concurso e postergar a realização da prova.

Com isso, ele ganharia ainda mais dinheiro com mensalidades. Em decadência e tendo gastado muito dinheiro do seu patrimônio nas últimas eleições, quando concorreu à Prefeitura de São Luís, Wellington do Curso sabe que é essencial para os seus interesses econômicos que a prova seja cancelada e remarcada para outra data.

Mesmo que isso prejudique mais de 100 mil pessoas que já fizeram a prova. A postura de Wellington é lamentável.

20 Comnetários

  1. ME mostre uma ação boa de relevância para com o povo do Maranhão desse deputado. não tem uma ele não serve pra nada o objetivo dele é só perseguir o governador esse é mais um que não se conforma com a derrota

  2. Em relação ao concurso da PM MA, não estamos querendo fazer baderna, nem vandalismo, estamos apenas reivindicando algo que é de direito nosso. O governador passou por cima do edital, como se ele não fosse nem um pouco importante e colocou em menos de 72 horas o local de prova em Teresina, com a desculpa de que no Maranhão as cidades não suportariam essas provas, o Maranhão conta com 217 municípios e não é possível que em nenhum desses municípios suportariam o concurso. O sentimento de favorecimento aos nossos vizinhos piauienses é grande, mas o governador se esqueceu que quem vota nele não são os piauienses e sim os maranhenses. Locais de provas que começaram a prova com 30 minutos de atraso, pessoas usando o celular, pessoas com o estatuto da PM no horário da prova, adiantamento da data da prova em 45 dias, esses foram alguns pontos do concurso ao qual nos preparamos para fazer, mas acabamos levando um tapa na cara. Vamos lutar até o fim para que a justiça seja feita e que as devidas providências sejam tomadas..

    1. Tu no mínimo, não fez uma boa prova, conte me outra, deixa de cunversaaa, isso lá e pretexto pra anulação, teve pessoas que vinheram fazer essa prova de longe e não está com esse chororó.

      1. Depois desse ‘vinheram’ acho que você também não fez uma boa prova, Renan.
        Independente do companheiro ter feito uma boa prova ou não, é importante que o edital seja respeitado. Se não cria-se margem para infindáveis recursos judiciais, como aconteceu no último concurso da PM onde foi convocado, com o perdão do exagero, até quem não se inscreveu na prova.

  3. Prova deve ser anulada imediatamente, quem conquistou sua nota alta através de meios legais, vai conseguir de novo. Lembre-se esse movimento é de quem apoia a anulação da prova, pessoas que se sente insatisfeitas com tantos pontos negativos, não somente por alunos do Curso no qual o blogueiro faz menção.

  4. espero que esse cara seja dentro em breve um eterno ex deputado e politico.
    na verdade ele é um “EX QUASE GRANDE FUTURO DEPUTADO DO PASSADO”.

  5. Por quê o blogueiro Leandro Miranda não fala dos erros cometidos pelo governo que pisou na cara dura o edital e colocou prova em Teresina?

  6. Sinceramente, esse governo de FD consegue uns feitos históricos…ele conseguiu levar a prova pra ser feita em Teresina. ..sendo que temos 217 municípios aptos pra um evento como esse…ai ele contempla Teresina , pra fazer graça pro governador do Piauí. ..aquele vasilha do Partido da maior quadrilha que o Brasil já conheceu. ..assim não dá né Marrapá. ..votei em FD. ..mas, assim tá difícil ter meu voto em 2018.

  7. É MT mimi, vão estudar meu povo ao invés de ficar chorando o leite derramado, vocês tiveram tempo de sobra pra reivindicar, antes da prova, agora que já ocorreu e não se saíram bem, fica querendo fazer a recuperação kk

  8. engraçado que esse blogueiro não fala das irregularidades que aconteceram nunca tinha visto um concurso mais desorganizado que esse.

  9. As pessoas fazem comentários sem o mínimo de informação. O edital no item 1.3.1 é claro e permite alteração do local SIM:
    1.3.1 Havendo indisponibilidade de locais suficientes ou adequados na localidade de realização das provas,  estas poderão ser realizadas em outras localidades. 

    1. O concurso é estadual e não federal, o Maranhão tem Santa Inês e Bacabal entre outras e é constituído por 217 municípios, por que Piauí ?

  10. Para mim, seria melhor que êsse homem deixasse isso de mão. Deve-se trabalhar para construir, nunca para destruir. Na prática, a anulação só atrapalha, atrasa, e não dá garantias de nada.

  11. Esse Ex sargento tá com dor de cotovelo porque o governador tirou muito dinheiro do cursinho com o Aulão, Flávio Dino ta sempre preocupado com pessoas de menor poder aquisitivo, A prova foi boa pra quem estudou e se preparou, 2019 o Welington vai continuar vendendo aulas..

Comments are closed.