Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Filiado ao PMDB, Fernando Sarney analisa candidatura

O empresário Fernando Sarney (PMDB) não descarta concorrer pela primeira vez a um cargo público no pleito de 2018. Com a candidatura de Sarney Filho (PV) ao Senado e de Roseana (PMDB) ao Governo do Maranhão, o caminho para disputar uma vaga na Câmara Federal estaria aberto.

Poucas pessoas sabem, mas Fernando é filiado ao PMDB desde outubro de 2001, antes mesmo da irmã, Roseana, que passou a integrar a sigla a partir de dezembro de 2006.

Além do apoio do pai, José Sarney (PMDB), o empresário que também é vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) é incentivado pelo presidente afastado da entidade, Marco Polo Del Nero.

Presidente da TV Mirante e membro do Comitê Executivo da Fifa, Fernando exerceu apenas um cargo político em sua carreira, o de assessor da Secretaria Municipal de São Luís entre os anos de 1989 e 1990.

Um mandato também ajudaria o filho de Sarney a se livrar do encalço da Polícia Federal. Ele é o principal investigado da Operação Faktor, deflagrada em 2006 com o objetivo de apurar saques em dinheiro de pelo menos 3,5 milhões de reais relacionados a empresas da família no período das eleições estaduais do Maranhão daquele ano.

No dia 15 de julho de 2009, foi indiciado sob a acusação, entre outros crimes, de formação de quadrilha, tráfico de influência e falsificação de documentos para favorecer empresas privadas em contratos com empresas estatais.

O caso corre em segredo de Justiça depois que Fernando conseguiu censurar a imprensa na Justiça. Na semana passada, o jornal O Estado de São Paulo lembrou os 3 mil dias sem poder divulgar os desdobramentos das investigações.

4 Comnetários

  1. Esse ai vai ser o próximo nas investida que o governo americano vai fazer, para prender este corrupto.Fernando Sarney, meliante contumaz, tem conta para acertar com a justiça, da sua turma na CBF, ele ainda pode sair do Brasil,os outros vagabundos , del Nero e Ricardo Teixeira, se botar o dedão do pé em qualquer fronteiro do Pais, vai preso. Esse corrupto não perde por esperar, o dia dele chegará, como de todos nós.

  2. Agora é a hora é a vez do eleitorado Maranhense extirpar de vez essa família da política, que não acrescenta em nada ao povo

Comments are closed.