Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

DNIT suspende pagamentos e radares da BR 135 são desativados

Parte dos radares fixos em rodovias federais não estão funcionando para fiscalizar o excesso de velocidade. Isso está acontecendo nas estradas administradas pelo Dnit, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes.

O problema atinge parte dos radares fixos instalados nas rodovias federais gerenciadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, que informou que suspendeu o funcionamento desses radares porque a licitação para contratar novas empresas está sendo questionada na justiça. Os radares só devem voltar a funcionar depois que novas licitações forem feitas para escolher as empresas que vão controlar os equipamentos.

Na extensão da BR 135, apenas alguns radares estão funcionando. Outros estão cobertos com sacos plásticos. A situação pegou muitos motoristas de surpresa.

Enquanto isso, a fiscalização nas rodovias fica por conta da Polícia Rodoviária Federal, que utiliza radares móveis para monitorar a velocidade dos veículos. Mas, para muitos motoristas, os equipamentos fixos fazem falta, pois, para eles, é a única maneira de alguns motoristas respeitarem os limites de velocidade.

Com informações do G1