Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Wellington quer barrar concurso da PM

O piauiense Wellington do Curso (PP) achou mais um motivo para criar barreiras contra o concurso da Polícia Militar, que além de reforçar a segurança no Maranhão, criará 1300 empregos diretos. O deputado criticou a realização das provas pelo fato de existir alguns polos de aplicação em Teresina.

Obviamente a escolha atende aos moradores de Timon e região, afinal, a capital do estado vizinho é grudada no município maranhense. Mas para criar embaraços ao Palácio dos Leões, o parlamentar até mesmo tenta prejudicar sua terra natal.

Em discurso na tribuna da Assembleia, ele afirmou que encaminhará o caso ao Ministério Público Estadual e à OAB/MA. Obviamente, seu único intuito é de adiar a realização do certame marcado para o próximo dia 17.

Talvez o objetivo central de Wellington seja manter as turmas de alunos em seu curso por mais tempo e assim faturar ainda mais, afinal, o governador Flávio Dino tirou a empresa dele do buraco com tantos concursos abertos como para a PM, Polícia Civil, Saúde, Procon e Detran-MA.

11 Comnetários

  1. E pq nao colocou os pólos em Timon ou Codó? tbm sou eleitor de Flávio Dino, mais com isso eu não concordo, ja que minha inscrição é para Caxias, e eu sou Timbiras, assim facilitaria se tivesse pólo em Codó tbm, ajudaria Timbiras, Coroatá, Peritoró e Alto Alegre do Maranhão.

  2. esse deputado nao faz nada a nao ser criticar o que os outros tentam fazer.
    faça uma lei um projeto educacional pelo menos deputado .
    vai terminar o mandato e nao se ve nada de positivo desse cidadao.

  3. Rapaz ele tá certo , ele pode ser do Piauí mais é deputado do Maranhão. Ele tem que defender é os maranhense mesmo.

  4. Olha vamos botar a massa cinzenta pra funcionar, primeiro o concurso é estadual e não Federal, que lógica é essa de colocar um concurso do Maranhão pra ser feito no Piauí?? A reclamação do deputado com sigla de banheiro está correta. Não tem sentido isso o concurso é do Maranhão o estado vizinho nada tem a ver com isso. Tomara que a justiça possa derrubar esse espetáculo.

  5. Esse concurso é a Nível Estadual e não Nacional, em vez de colocar em Teresina Piauí, que tem como governador Wellington Dias (PT), por que não se coloca em Timon, Açailândia ou em outra cidade do Maranhão?

  6. Deixa de ser burro blogueiro! Esse concurso está farto de irregularidades. Quem me garante que no Piauí vai ter a mesma efetividade na fiscalização que vamos ter aqui em São Luís?
    Outra coisa, o concurso é da PMMA, não tem nada a ver com Piauí. Quando tem concurso do Piauí nós vamos se acabando de São Luís para lá, pagando passagem, hospedagem e alimentação. Agora o governador quer beneficiar piauiense?? Me respeita!!!!

  7. Pq não colocar a prova em Timon então ? Afinal este é um concurso estadual meu caro.
    Talvez tu não saiba, mas o Maranhão tem 217 municípios, locais esses que poderiam ser colocados para realização de provas.

  8. Falar bobagem é muito fácil…Quem conhece Timon sabe que fica a 30 segundos de Teresina, basta atravessar a ponte. A escolha pela cidade vizinha deve-se ao fato de oferecer melhor infraestrutura e locais mais apropriados portanto para realização do certame. Tá na cara que WC quer embolar o meio de campo e desvirtuar a real finalidade do concurso que é a geração de empregos. Outra coisa, a tecnologia já permite exames a distância (EAD) em outras ocasiões. Isso acontece inclusive em bancas de monografia quando alguém não pode se descolar

Comments are closed.