Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Sérgio Machado reafirmará acusações contra Sarney no STF

O ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado enviou uma resposta ao Supremo Tribunal Federal, após ser notificado para se manifestar sobre a denúncia da Procuradoria Geral da República contra senadores do PMDB, entre eles José Sarney, por associação criminosa. As informações são da Revista Época.

“Machado diz que reafirmará todas as acusações que fez contra os ex-aliados. Mas só quando chegar a hora de prestar depoimento no tribunal. ”

Sérgio Machado

Em delação premiada na Operação Lava Jato, ele contou aos investigadores que arrecadou e pagou pelo menos R$ 70 milhões a integrantes da cúpula do PMDB. Para o ex-presidente Sarney, Machado relatou a entrega de cerca de R$ 20 milhões.

Além disso, o oligarca foi flagrado combinando alternativas com Machado para obstruir as ações do juiz Sérgio Moro e da Polícia Federal.

Na denúncia da PGR, os parlamentares são acusados de ter recebido R$ 864 milhões em propina, por meio de desvios na Petrobras. Além de Sarney, foram denunciados os senadores Renan Calheiros (AL), Edison Lobão (MA), Romero Jucá (RR), Valdir Raupp (RO) e Jader Barbalho (PA).