Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Rapidinhas da tarde

Papi

Prestes a assumir a presidência da Câmara Federal interinamente, na ausência do presidente Rodrigo Maia (DEM), o maranhense André Fufuca (PP) que se cuide. É que veículos de comunicação do sudeste do país fazem uma cruzada para contar a história de ascensão do jovem deputado, que ganhou notoriedade nas páginas de jornal desde que colocou o mandato a inteira disposição do genitor político Eduardo Cunha (PMDB).

Bancada bananeira

Nos corredores da Assembleia Legislativa Maranhão, os deputados Levi Pontes (Solidariedade), Cabo Campos (DEM), Ana do Gás (PCdoB), Nina Melo (PMDB), Andrea Murad (PMDB), Sousa Neto (PROS) são chamados jocosamente de “deputados-bananeira” – aqueles que só dão uma vez, em razão das dificuldades que terão para alcançar a reeleição.

Cacho cheio

De primeiro e único mandado, Levi Pontes está prestes a ser traído pelo prefeito Magno Bacelar (PV), de Chapadinha, e perder sua única base eleitoral. Queimado com a Polícia Militar, Cabo Campos tem nas preces do enrolado Apóstolo Valdemiro Santiago sua tábua de salvação. Já a comunista Ana do Gás não tem mais de onde extrair “gás butano” depois que o marido Eunélio Mendonça (PMDB) deixou a prefeitura da “metrópole gasosa” Santo Antônio dos Lopes.

Banana podre

Nina Melo deve entrar muda e sair calada da Assembleia. Sem o pai sentado na cadeira de presidente da Casa, a parlamentar já está decidida a nem concorrer à reeleição. Em situação semelhante estão Andrea Murad e Souza Neto, cujos planos de reeleição foram por água abaixo desde que a Polícia Federal desencadeou a operação Sermão aos Peixes, apontando Ricardo Murad (PMDB) como o chefão da organização criminosa que desviou R$ 1,2 bilhão da saúde do estado.

Bananada

Também devem se juntar aos membros da bancada bananeira os deputados Junior Verde (PV), Wellington do Curso (PP) e Zé Inácio (PT).

Que deselegante

Levi Pontes, Souza Neto e Cabo Campos estão enciumados com a cerimônia proposta pelo colega Wellington do Curso em homenagem ao Dia do Soldado. Os três tem atuação em favor da PM e das Forças Armadas, mas nenhum foi convidado para o evento pelo apavonado dono do Curso Wellington.

Quarteto oligárquico

O grupo Sarney trabalha quatro possibilidades para enfrentar Flávio Dino (PCdoB) no próximo ano. São, respectivamente, as candidaturas de Roseana Sarney (PMDB), Roberto Rocha (quase-PSDB), Maura Jorge (Podemos) e Eduardo Braide (PMN).

Em campo

O PPS encomendou pesquisas qualitativa e quantitativa para avaliar as reais chances de Eliziane Gama (PPS) chegar ao cargo de senadora da República.

Epa!

Nas redes sociais, o piti de Andrea Murad durante audiência da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Maranhão está sendo comparado à atuação do personagem Vera Verão, do saudoso humorista Jorge Lafond, no programa A praça é nossa, do SBT.