Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Rogério Cafeteira repreende baixarias de Edilázio Sarney e Andrea Murad em audiência com Carlos Lula

Em discurso na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Rogério Cafeteira lamentou a postura de parlamentares à serviço da oligarquia Sarney que não acompanharam a exposição do Relatório de Execução Orçamentária da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e tentaram partidarizar a reunião. “É lamentável que alguns colegas tenham essa postura, tentando desviar o foco e partidarizar a exposição do relatório”, declarou.

Rogério usou como exemplo os deputados Edilázio Júnior (PV) e Andrea Murad (PMSB) e repudiou as atitudes dos colegas. “A deputada Andrea, que sempre discursa na tribuna sobre questões da Saúde do Maranhão, sequer viu a exposição do relatório ou o leu. Chegou atrasada e se concentrou em fazer questionamentos políticos elaborados por sua assessoria e ao final, de forma muito irresponsável, ainda tentou desqualificar o secretário Lula, numa clara demonstração de descontrole emocional por não ter tido argumentos suficientes para sustentar os seus factoides”, disse.

O deputado Rogério Cafeteira contestou o embasamento dos questionamentos da deputada Andrea Murad, já que em diversas respostas dadas pelo secretário Carlos Lula ficou claro para o líder governista que a deputada não tinha conhecimento sobre as perguntas que estava fazendo, a exemplo do Hospital do Servidor, a qual ela atribuiu ser de responsabilidade da secretaria de Saúde, quando, na realidade, é vinculado à Secretaria de Gestão e Previdência. São perguntas que nem têm resposta exclusivamente por não terem qualquer tipo de embasamento”, pontuou.

O líder do Governo também lamentou a atitude do deputado Edilázio Júnior que, segundo Cafeteira, num ato de descontrole por não ter conseguido politizar a situação, acabou agredindo verbalmente e desrespeitando os funcionários da Secretaria de Saúde que estavam na reunião. “O deputado Edilázio seguiu a mesma linha da deputada Andrea e foi desrespeitoso com os funcionários da Saúde, funcionários estes que fizeram parte de todo o processo que foi exposto pelo secretário”, afirmou Cafeteira.⁠⁠⁠⁠

Veja, abaixo, o piti histriônico de “Dedeia Verão”:

Comantário

  1. PSOL APOIA:

    AIDS e HIV:

    No meio do desabastecimento geral de comida e remédios na Venezuela , os portadores do vírus HIV se desesperam, relata a Veja.

    Estima-se que, de 75 mil pessoas que deveriam estar em tratamento com antirretrovirais, 55 mil estão sem os remédios –acessíveis apenas por intermédio do governo.

    Aos menos 78 pacientes na capital, Caracas, já morreram, e outros têm de deixar o país em busca de tratamento. A ditadura [DITADURA de ESQUERDA, apoiada pelo PT e PSOL] de Nicolás Maduro, é bom lembrar, recusa até a ajuda humanitária.

    E também é bom lembrar que o PT continua dando seu apoio a tudo isso.

Comments are closed.