Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Sedentos para retomar poder, sarneyzistas atacam importantes projetos para o povo maranhense

O desespero da oposição sarneyzista está cada dia mais latente. Com a proximidade das eleições e a indefinição de quem será o representante da oligarquia capaz de bater de frente com o governador Flávio Dino, os asseclas da família Sarney já escolheram um modus operandi no mínimo cretino para criticar a imagem do atual Governo: desgastar toda e qualquer ação que beneficie a população maranhense.

Foi assim com o Hospital de Traumatologia e Ortopedia – que elevará o patamar da saúde no Maranhão –, e a mira sarneysista agora está virada para um empreendimento que pode transformar a economia local: a siderúrgica que os chineses querem construir no Maranhão.

Além do desenvolvimento econômico, a siderúrgica que os chineses pretendem construir no Maranhão é simbólica pois poderá ser um tapa de luva na Refinaria, engodo dos Sarneys que serviu única e exclusivamente como projeto eleitoreiro da oligarquia e destruiu o sonho de milhares de maranhenses em Bacabeira.

Com investimentos previstos de R$ 5 bilhões e geração de mais de 10 mil postos de trabalho, o empreendimento chinês está em conversas adiantadas entre o Governo do Estado e o Governo da China. Com medo de mais esse avanço para o Maranhão, os Sarneys já começam a querer desgastar o negócio, assim como fizeram com o Hospital de Traumatologia e Ortopedia.

A movimentação dos asseclas da oligarquia deixa bem claro o que todos já sabiam quando eles estavam no poder: a família Sarney é contra o desenvolvimento do Maranhão.