Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

PEN quer permanecer na base governista mesmo com provável filiação de Bolsonaro

O Partido Ecológico Nacional (PEN) pretende permanecer na base do governador Flávio Dino (PCdoB) mesmo com a possibilidade de filiação do deputado federal e pré-candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro (PSC). Quem garante é o deputado federal Júnior Marreca (PEN).

Em entrevista ao Jornal O Progresso de Imperatriz, Marreca afirmou que a pretensão da legenda é se manter aliada aos comunistas, e acredita que o apoio de Flávio Dino a candidatura do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), em 2018, não seja impedimento.

Bolsonaro anunciou recentemente sua saída do PSC. Um dos motivos seria o apoio da sigla ao governador Flávio Dino no Maranhão. Cotado para se filiar ao PEN, que deve se chamar Patriotas nos próximos dias, condicionou sua entrada à retirada de ação movida pelo partido no STF (Supremo Tribunal Federal) contra o entendimento da corte de permitir prisões de pessoas condenadas em segunda instância. O anúncio surpreendeu as principais lideranças.

Resta saber, caso Bolsonaro realmente se filie ao PEN, ele permitirá a manutenção da legenda na base do governo do estado?

Marreca ainda admitiu que a eleição estadual poderá até ser mais difícil com a candidatura de Roseana Sarney (PMDB), porém acredita na reeleição de Flávio Dino.