Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Ex-deputados federais do MA são denunciados por farra de passagens aéreas

Os ex-deputados federais Domingos Dutra (PCdoB), Clovis Fecury (DEM), Sétimo Waquim (PMDB) e Pinto do Itamaraty (PSDB) foram denunciados pelo Ministério Público Federal por desvio de dinheiro (peculato) por uso irregular da cota de passagens aéreas. Ao todo, são 72 ex-parlamentares citados pela promotoria.

As denúncias criminais apontam R$ 8,36 milhões gastos irregularmente com 13.877 bilhetes aéreos usados entre 2007 e março de 2009. O caso foi revelado em 2009 e ficou conhecido como “farra das passagens”.

Senadores, deputados e ministros de governo usavam cotas de bilhetes aéreos para viajar pelo mundo a passeio ou para cedê-las a eleitores e terceiros. De acordo com o Ministério Público, dinheiro público só pode ser usado a trabalho.

Os maranhenses envolvidos no caso gastaram R$ 621.211,32 em passagens. O campeão é Sétimo Waquim, foram 335 passagens ao custo de R$ 193.813,15; em seguida, o suplente do senador Roberto Rocha,  Pinto do Itamaraty, com 388 passagens totalizando gasto de R$ 179.370,52; Fecury, 221 passagens, no valor de R$ 154.216,43 e por fim o atual prefeito de Paço do Lumiar, Dutra utilizou 184 passagens que consumiram dos cofres públicos R$ 93.811,22.