Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

O fim da era do ‘Baile do Lagostão”

Foi-se o tempo que no Maranhão a Casa de Veraneio disponibilizada ao governador do estado era utilizada para festas, shows e muito carteado regados a whisky, lagosta, camarão e caviar. Agora, o antigo palco da esbórnia sarneyzista, tornou-se uma clínica para tratamento de crianças com problemas neurológicos, mais especificamente com microcefalia.

Antes…
Antes…

Desde o início das investigações do surto de microcefalia, em novembro de 2015, mais de 150 casos foram confirmados no Maranhão segundo a Secretaria de Saúde. A alteração genética está associada ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Zika as mães grávidas. A partir de hoje, governo disponibiliza em São Luís uma área para o tratamento da doença e de outros mares neurológicos.

A inauguração da Casa Ninar é simbólica. Antigamente, o espaço destinado a curtição e extravagâncias de Roseana e companhia, tudo bancado as custas do dinheiro público, hoje serve para tratar e cuidar de crianças carentes. Uma mudança de objetivos e conceitos.

“Privilégios ontem, direitos hoje”, destacou Flávio Dino

“Se o metro quadrado mais caro não puder servir para atender crianças e para quem precisa, servirá pra quem? […] Privilégios ontem, direitos hoje”, definiu o governador Flávio Dino.