Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

PSB do Maranhão pede expulsão de traidor

Durante o Encontro Estadual do PSB que aconteceu neste sábado (30), os Segmentos Organizados do Partido pediram a avaliação de conduta e expulsão de Manoel Furtado Costa Neto.

O filiado, que agora se inspira em Roberto Rocha até no jeito de se vestir, foi repudiado em plenário pelos militantes do PSB, apontado como traidor por ter assinado pedido de intervenção contra o Diretório Estadual do Maranhão que ele mesmo ajudou a construir e que, até às vésperas de uma súbita viagem à Brasília, defendia publicamente.

O pedido foi feito pelo presidente estadual da Juventude Socialista Brasileira (JSB/MA), Erberth Garcês, e reforçado por todos os segmentos. Na ocasião, o secretário estadual de Juventude, André Poeta, leu uma carta de desagravo e exibiu um vídeo com as sucessivas declarações que Neto fez em defesa do nome do deputado Bira do Pindaré a prefeito de São Luís.

“Pedimos avaliação de conduta e expulsão dele. Agora segue para o conselho de ética. Se for entendimento de que a conduta do Neto foi uma conduta de má fé, que ele agiu com traição no trato com o partido, o caminho natural será a expulsão”, completou Poeta.

No vídeo mostrado pela JSB, Manoel Furtado Neto desqualifica a deputada federal Eliziane Gama (PPS), criticando a postura da parlamentar de querer entrar no partido sem qualquer diálogo com a militância do PSB.

Ele afirma também que o senador Roberto Rocha é incapaz de reunir e conversar com os filiados do partido, mesmo presidindo o Diretório Municipal de São Luís. E sugere que o senador seria o arquiteto de um plano macabro contra a candidatura do deputado Bira, indicada pelos Segmentos do Partido, e contra o Diretório Estadual – eleito de forma legítima – com o objetivo de afastar o PSB da esquerda com vista nas eleições de 2018.

“Estamos preparados para a luta na qual fomos forjados. E dizer ao companheiro Bira do Pindaré, a Militância do PSB está com você! O Bira do Pindaré é hoje uma reserva que nós temos a sorte de encontrar na política do Maranhão, que o Partido tem a sorte dele ter vindo parar aqui. É esse quadro, que tem amplas chances de ganhar as eleições que está sendo boicotado porque vai ganhar as eleições. E, por trás da não candidatura do Bira do Pindaré, existe todo um plano macabro. Porque existe todo um plano que liga 2016 a 2018, onde as correntes do campo Sarney, as viúvas do ‘sarneyzismo’, querem se unir a nós para voltar a comandar o Maranhão e fazer com que nós voltemos ao passado”, disparou Neto referindo-se ao senador a quem agora defende com subserviência.

Veja o vídeo na íntegra e responda o que o Neto ganhou para mudar de ideologia após um providencial cafezinho em Brasília. Os próprios militantes do partido até o final do Encontro deste sábado não conseguiram nenhuma resposta.

2 Comnetários

  1. AH! esse cara sempre foi assim, eramos companheiros, ele sonha acordado, mija sentado e caga em pé….só pensa no poder…..ah! não é novidade…..

  2. Os empregados de Flavio Dino acusam Neto de traição, porquê? Porque o cara quer derrubar o esquema deles? Muito dinheiro que Luciano Leitoa tá ganhando pra eleição dele em Timon e em contrapartida entregar o partido pro governador. Como se Flavio Dino gostasse dessas práticas. Pois saibam vocês todos bando de imbecís: o processo de mudança na política do Maranhão inclui a expulsão dos porquinho de Timon. Uma mino oligarquia de incompententes que maltratam aquele povo.

Comments are closed.