Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Flávio Dino e Roseana estão em Brasília disputando votos de deputados

O impeachment que será votado no domingo na Câmara Federal reativou uma rivalidade que começou em 2010 quando Roseana Sarney e Flávio Dino disputaram as eleições ao Governo do Estado. Ambos estão em Brasília com um só objetivo: tentar convencer os deputados federais na hora do voto pelo afastamento ou não da presidente Dilma.

Roseana é a ponta da lança da família Sarney junto ao PMDB para fazer esse trabalho de articulação. A ex-governadora na verdade nunca se afastou do convívio político, o PMDB no Maranhão ainda está em suas mãos, e pela indicação de alguns deputados do partido que dizem que irão votar contra o impeachment no domingo, como é o caso do deputado João Marcelo (PMDB), Roseana passou agir mais fortemente. Pelas informações que surgem da capital federal, tem conseguindo obter ótimos resultados. Quem também não faz outra coisa é o deputado Zequinha Sarney, do PV, que trabalhou para que o seu partido apoiasse o impeachment, como de fato apoia.

A família não tem lá muitas queixas de Dilma. O problema dela é com Flávio Dino que é o governador mais comprometido em barrar o impeachment.

Flávio Dino tem declarado para tudo que é lado que se trata de um golpe. Ativo nas redes sociais, diariamente publica mensagens de apoio a presidente. O governador se encontra em Brasília para tentar convencer a bancada maranhense a votar contra o afastamento.

Hoje ele publicou no Twitter. “Segue a tática do “fato consumado” por parte dos golpistas e segue a resistência, em defesa da Constituição e da Democracia. E assim será”.

Essa devoção por Lula/Dilma pode custar caro. Em um evento na manhã desta sexta-feira em São Luís, onde vários políticos estiveram presentes, um dos assuntos que pautou as conversas foi à entrega de Flávio a defesa de Dilma. Essa atitude do governador pode ter azedado completamente a relação do Governo do Estado com um futuro governo comandado por Michel Temer. Os dois sempre tiveram uma convivência cordial, mas com a postura de Dino chamando o PMDB diariamente de golpista, essa relação deve ir por água abaixo e quem perde com isso é o Maranhão que provavelmente vai ter que caminhar com suas próprias pernas.

Por outro lado, o trabalho de Sarney e Roseana em caso de concretizado o impeachment deve ser muito bem recompensado.

5 Comnetários

  1. O Governador foi muito ingênuo… apostou todo seu capital político na defesa da Dilma e acabou jogando Sarney no colo de Temer.

  2. Ele foi eleito para governar o maranhão ou para defender bandido? Vai trabalhar que o Maranhão está caindo aos pedaços

  3. O professor, juiz e agora governador Flávio dino deveria era cumprir a lei do piso dos professores ,compromisso de campanha e agora abandona o Maranhão e os compromisso com os professores e com o nosso estado ,isso é certo?

  4. Flávio Dino está certíssimo. Roseana, partícipe do petrolão, não é páreo para o nosso Governador. Volte para São Luis, dona mocinha. Venha comer as patinhas de caranguejos, jogar carteado com os seus poucos adoradores.

Comments are closed.