Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Operação desbarata quadrilha que desviou R$ 34 mi da Educação no governo Roseana

Jóias e documentos apreendidos durante Operação da Polícia Civil
Jóias e documentos apreendidos durante Operação da Polícia Civil

A Polícia Civil, por meio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção, deflagrou uma megaoperação, na manhã desta quarta-feira (27), que culminou com a prisão de quatro pessoas envolvidas em desvio de dinheiro da Universidade Virtual do Maranhão (Univima).

A operação batizada de ‘Cayenne’ prendeu Paulo Giovanni Aires Lima, José de Ribamar Santos Soares, Inaldo Damasceno Correa e Valmir Neves Filho. Eles são suspeitos de desviar aproximadamente R$ 34 milhões da Univima.

Na ação, foram apreendidos carros de luxo; muitas joias, estimadas em mais de meio milhão de reais; e relógios caríssimos, algumas unidades superam R$ 20 mil. As buscas e apreensões foram realizadas em mansões na cidade de São Luís. As diligências ainda estão sendo em curso.

O delegado geral da Polícia Civil, Augusto Barros, destaca que a operação deflagrada nesta manhã é o cartão de apresentação da nova superintendência.  “A operação visa investigar desvios na monta de R$ 34 milhões da Univima, a partir de ordens de pagamentos bancários feitos de forma fraudulenta e com vista à simulação de pagamento de fornecedores”, destacou.

 

12 Comnetários

  1. Inadmissível, prendem os peixinhos e não prendem os chefões Olga Simões e Roseana Sarney, quer dizer que, essa duas não sabiam de nada. Agora vão tabular milhares de provas contra as duas para depois prende-la, quando isso acontecer as duas já estão bem longe, do Paquistão pra lá, até a casa do car…
    Enquanto isso, pau de arara, nesse pé rapado, que eles diz até o que não é perguntado.

  2. Nossa quem diria. Olguinha aquela que queria pegar até Welington Reis na Secma.
    Quem vê cara de castanha, não vê coração.

  3. Em sendo a Univima vinculada à SECTEC – Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado do Maranhão, erroneamente informado pelo desatento governador Flávio Dino de vinculada à SEDUC.

    E, esse roubo já vindo a ser perpetrado há muitos anos, dizem desde de 2012 até o final de 2014. Sabendo-se também que nesse período passaram por lá três emplumados secretários, capachos do grupo Sarney: Olga Simão, Rosane Guerra e o petista, protegido de Washington Macaxeira, José Costa.

    Cabe então as seguintes perguntas: estes secretários não sabiam de nada? Agiam a mando de quem? Dos cardeais do grupo Sarney? Hipótese muito provável. Ou agiam por deliberação própria?

    Com a palavra as autoridades estaduais do governo do Maranhão, Ministério Público e Judiciário.

    Ademais disso, que são esses dois cidadãos que não foram aprisionados até o momento, como noticiou a imprensa? Alguém aí sabe me informar????

  4. Governador lagar de perseguir e comece a trabalhar, nós contratados na SEDUC estamos sem contratos e desde do mes janeiro recebemos só um pagamento. Somos pais e mães d famílias, se não quiser nosso trabalho nos mande p casa e não fique mentindo dizendo hj saí, amanhã saí e nunca sair nem contrato e nem dinheiro… Estamos putos… Não fazemos greve pq temos medo d colocamos nós p fora… Já chega e olhe p SEDUC. Q mudança foi essa? Para Pior… Espere a resposta daqui a 4 anos nas urnas… Chega d nos enganar…

  5. Essa investigação começou no governo Roseana!
    Para de enganar o povo e vão trabalhar, seus incompetentes.

  6. Gostaria de saber se não vão investigar a quandilha que era comandada no Governo passado onde o maior agenciador era o Presidente do Tribunal de Contas do Estado, EDMAR CUTRIM. Na Secretaria de Planejamento ele desviou quase 20 MILHÕES com a anuencia do Secretário de Planejamento Bringel, o Subsecretário Almir Coelho e o Secretário Adjunto de TI, Claudio Fernandes Silva, tudo isso em um contrato assinado com a VTI, empresa que não prestou 1% do serviço e recebeu essa bagatela toda. Quero saber se o novo Governo terá coragem de punir essa quadrilha que ainda conseguiu eleger o Deputado Glalbert Cutrim. Podem investigar que ainda tem mais roubo dessa quadrilha.

Comments are closed.