Publicidade  Prefeitura de São Luis

Geral

Andrea não poderia usar helicópteros da PMR na campanha eleitoral

Rodrigo Lago
Rodrigo Lago: Cláusula contratual exigia exclusividade das aeronaves utilizadas na campanha de Andrea Murad

O secretário de Transparência e Controle Rodrigo Lago revelou que a campanha eleitoral de Andrea Murad (PMDB) não poderia ter contratado a mesma empresa que prestava serviços para a Secretaria Estadual de Saúde.

De acordo com Lago, havia uma cláusula no contrato com que exigia exclusividade das aeronaves à disposição do Governo do Estado.

“Os helicópteros lotados para a pasta deveriam ser utilizados para o serviço de transporte de enfermos, transporte de equipes médicas e a fiscalização de obras da Saúde, como a construção dos 72 hospitais prometidos pela ex-governadora”, afirmou.

A explicação do secretário coloca a filha do ex-secretário Ricardo Murad em um beco sem saída. Nesta semana, ela admitiu pela primeira vez o uso irregular das aeronaves fretadas pela SES.

“Contratei, utilizei, paguei e declarei. A PMR era a única empresa de táxi aéreo à época homologada no Maranhão e habilitada para prestar serviço a qualquer órgão, empresa ou candidato deste estado”, declarou a deputada.

Quanto mais se explica, mais Andrea Murad se complica…